Foto: Internet

Número de empresas abertas no Rio de Janeiro, em abril, é o segundo melhor do mês na história

Junta Comercial registrou 5.442 novos negócios no estado e total do ano ultrapassa 22 mil
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

 A Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja) registrou um total de 5.442 novas empresas em abril, em território fluminense.  O número é o segundo maior de todos os meses de abril, nos 214 anos de existência da autarquia, atrás apenas da marca de 2022, quando foram computados 5.590 novos negócios. De janeiro a abril de 2023, foram abertas 22.288 empresas no estado.

Do total de aberturas registradas em abril, 4.897 se referem à constituição de novas empresas. Também estão incluídas 457 aberturas de filiais e 88 inscrições de transferências. Todas as categorias significam criações de novos negócios no Estado do Rio.

– Esses números comprovam que os empreendedores voltaram a confiar no Rio de Janeiro e estão escolhendo o Estado para estabelecer ou ampliar seus negócios. E novas empresas significam novos empregos e mais renda para a nossa população. Trabalhamos continuamente para oferecer o melhor e mais saudável ambiente de negócios e este é um dos grandes fatores que têm levado o Estado do Rio a crescer tanto – afirmou o governador Cláudio Castro.

Entre as principais atividades das novas empresas estão o setor de Serviços, combinado com as áreas de escritório e apoio administrativo (821), a atividade médica ambulatorial (744) e o comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios (633).

– Estamos mantendo uma regularidade no número de aberturas de empresas nos primeiros meses do ano, em relação a 2022. Isso se deve à nossa constante busca por ferramentas que facilitam a vida do empreendedor fluminense como, por exemplo, a Resolução Cogire 07, publicada essa semana no Diário Oficial. Graças a ela, 67 tipos de atividades empresariais foram reclassificados para Risco 1, o mais baixo e, consequentemente, com menos trâmites para a abertura de um novo negócio. É o Governo do Estado cumprindo o seu papel na melhoria do ambiente de negócios – destaca o presidente da Jucerja, Sergio Romay.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.