A Secretaria Municipal de Transportes e a CET-Rio começaram a testar nesta quinta-feira um dispositivo que, quando acoplado ao semáforo, aumenta o tempo de abertura para pedestres com mobilidade reduzida, tornando a travessia muito mais segura para estes usuários. O Vice-prefeito e Secretário Municipal de Transportes, Fernando Mac Dowell, acompanhou o teste do sistema já instalado na Av. Pasteur, em frente ao Instituto Benjamin Constant (Urca), ao lado de técnicos da CET Rio.

Para que o equipamento já está instalado na Av. Pasteur, em frente ao Instituto Benjamin Constant, na Urca, funcione, serão fornecidos cartões especiais a funcionários e pacientes daquela instituição, e que também atuarão como avaliadores do sistema. Estes cartões, quando encostados no dispositivo, farão o acionamento de um tempo mais longo do semáforo. Outra funcionalidade do dispositivo é um acionamento especial na botoeira que vibra informando que a solicitação para a travessia foi ativada e que emite uma sequência sonora durante a travessia, garantindo mais tranquilidade aos pedestres ao atravessar a via.

“Estamos pensando na segurança dos pedestres durante as travessias, especialmente dos que apresentam mobilidade reduzida. Este sistema inteligente vai garantir uma travessia com maior confiança e seguridade. A ideia é aplicar a tecnologia em outros pontos e beneficiar cada vez mais pessoas”, declarou o Secretário Fernando Mac Dowell.

A previsão é que este equipamento se torne padrão e atenda a praticamente todas as 679 travessias de pedestres existentes na cidade.

 

Fonte: Secretaria Municipal de Transportes