Reprodução da internet / Site do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Novo secretário da Polícia Civil diz que “vai ver muito deputado e prefeito sendo preso”

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O delegado Marcus Vinícius de Almeida Braga tomou posse no último dia 3 de janeiro como secretário de Estado de Polícia Civil do Rio de Janeiro e polemizou em uma entrevista realizada a um jornal da cidade do Rio de Janeiro. De acordo com Braga, “vai ver muito deputado e prefeito sendo preso no carro da Polícia Civil”.

Marcus Vinícius entrou na Polícia Civil em 2002 como inspetor de polícia. Em 2003, tomou posse como delegado e atuou nas delegacias de Santa Cruz e de Bonsucesso. No mesmo ano foi designado delegado-assistente da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE). Antes de ser nomeado secretário pelo governador Wilson Witzel, o delegado atuou como diretor de Polícia Especializada (DGPE).

Durante a transmissão de cargo, o governador Wilson Witzel afirmou que a criminalidade está “sambando na nossa cara” e que “precisamos ter o nosso Guantánamo” – fazendo referência à prisão americana em Cuba onde eram mantidos sem julgamento suspeitos de terrorismo.

A instituição, que volta a ter status de Secretaria, redesenhou sua estrutura para ingressar na nova era da investigação, cuja premissa básica se resume à expressão ‘Siga o dinheiro’, seja no combate à corrupção ou ao crime organizado.

Braga está montando um departamento para descobrir onde e como os criminosos estão escondendo o dinheiro e o patrimônio obtido com o dinheiro sujo. O secretário planeja criar uma delegacia exclusiva para investigar mortes de policiais, mas diante da escassez de recursos ainda não sabe quando a ideia vai sair do papel.

Crédito da foto: Reprodução da internet / Site do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.