Um mesmo cartão poderá ser usado para pagar a passagem nos transportes públicos do Rio e fazer compras no débito, pagar contas, recarregar o celular e pagar aplicativos de táxi ou similares. O RioCard Mais, apresentado nesta quinta-feira pelo prefeito Marcelo Crivella, deve entrar em circulação em 2019 e será aceito em ônibus, BRT, metrô, trem, barca, VLT e vans legalizadas.

A função de pagamentos no comércio será disponível a partir de depósito prévio em dinheiro. O RioCard Mais ainda poderá ser usado para pagamento de serviços como streaming e TVs a cabo e fazer saques na rede 24 Horas. “O desempregado vai ter um cartão que vai possibilitar a ele usar no transporte e como cartão de débito pré-pago”, explicou Crivella.

O RioCard Mais é uma continuidade do RioCard Duo, já existente. O Duo só pode ser adquirido na loja da RioCard, no Centro. A versão Mais estará em todas as lojas do sistema, nas máquinas em pontos conveniados e via internet. A aquisição será gratuita, sem consulta ao SPC/Serasa.

“Desde que firmamos parceria com a prefeitura e passamos, juntos, a reprogramar o transporte por ônibus, nossa preocupação tem sido aumentar a comodidade para os usuários”, disse o presidente do Rio Ônibus, Claudio Callak. Ontem, no Palácio da Cidade, Crivella disse que o cartão acabaria com a “caixa preta dos ônibus”, já que a prefeitura saberá a quantidade de passageiros, viagens e gratuidades. No entanto, a prefeitura e a RioCard não esclareceram como esse controle será possível.

Fonte: ODIA