Novo auxílio emergencial deve ser apresentado nesta segunda-feira (22) no Senado

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O relatório da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que viabiliza a concessão de um novo auxílio emergencial, deve ser apresentado pelo Senador Maurício Bittar (MDB-AC) nesta segunda-feira (22) no Senado Federal. A expectativa é que a votação da emenda aconteça na próxima quinta-feira (25), após acordo com líderes partidários.

O relatório retrata uma “cláusula de calamidade” que abre espaço no orçamento da União, para a devida efetuação do pagamento do benefício de março a junho para famílias de baixa renda e trabalhadores informais, diante da crise de saúde pública em virtude da pandemia do novo Coronavírus.

A volta do benefício apelidado de ‘Corona Voucher”, é um consenso entre o Governo Federal, liderado pelo presidente Jair Bolsonaro e os presidentes das Assembleias Legislativas Nacionais, Arthur Lira (PP-AL) do Congresso Nacional e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), do Senado Federal. O programa que teve seu término em dezembro de 2020, beneficiou 68 milhões de brasileiros com R$294 bilhões.

O pagamento deverá ser realizado de março a junho, mas o formado do novo benefício deve ser apresentado apenas nos primeiros dias de março. O valor das parcelas, entre R$ 250 a R$ 300, que ainda está em definição, não consta no texto da PEC.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.