Nova lei prevê cassação da CNH para condutor de veículo usado em contrabando ou receptação

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), nesta quinta-feira (10/1), a Lei n° 13.804, que está em vigor desde a sua publicação e trata de medidas relativas à prevenção e repressão ao contrabando, ao descaminho, ao furto, ao roubo e à receptação.

Com a sanção da nova lei, o condutor de veículo usado na prática do crime de receptação, descaminho ou contrabando terá, após transitada em julgado sentença penal condenatória, a carteira nacional de habilitação (CNH) cassada por cinco anos. Se o condutor do veículo não for habilitado. Ficará proibido de obter a habilitação para dirigir veículo automotor pelo mesmo período.

Há ainda a previsão de suspensão da habilitação do condutor de veículo usado na prática dos crimes de que trata a lei que tenha sido preso em flagrante. Neste caso o, juiz poderá decretar tanto a suspensão da permissão para dirigir ou da habilitação, quanto a proibição de se obter a CNH. A decisão deverá ser fundamentada e pode ocorrer em qualquer fase da investigação ou da ação penal.

Só no ano de 2017 a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais de 33 milhões de maços de cigarros contrabandeados. Esse volume representa a maior parte dos cigarros que a Receita Federal do Brasil incinerou no mesmo ano. Diversos motoristas foram flagrados pela PRF contrabandeando tantos outros produtos além de cigarros, tais como: pneus, produtos eletrônicos, brinquedos, entre outros. Assim, a PRF será a instituição com maior relação com esta nova lei, pois o número de flagrantes de motoristas praticando descaminho e contrabando é uma de suas principais marcas.

Fonte: Agência PRF

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.