Os frequentes casos de abandonos de animais no bairro de Santa Rita, em Nova Iguaçu (RJ), chamaram a atenção de Jennifer Oliveira Melo, estudante do 3º ano do Ensino Médio do Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet). Apaixonada por animais, a jovem sentiu que precisava agir para mudar essa situação e, com o apoio de colegas e de outros membros da comunidade escolar, formou o grupo “SOS Bicho Amigo”. A iniciativa, responsável por conscientizar a comunidade sobre os direitos e os deveres para com os animais, foi finalista da 3ª edição do Desafio Criativos da Escola.

Desde o início das atividades, em 2016, cerca de 10 animais por mês, entre cães e gatos, são resgatados das ruas e abrigados em um canil e um gatil criado dentro da escola. Paralelamente, a turma já organizou mutirões de castração, promoveu feiras de adoção e compartilhou informações sobre cuidados básicos com os animais domésticos. O projeto ganhou fama no bairro e logo a vizinhança passou a procurar os alunos para tirar dúvidas ou comunicar casos de abandono. Essa rede de defesa aos animais se expandiu para além da escola e ganhou uma página no Facebook, a Cefet Animal, que já tem quase 24 mil seguidores.

Com o êxito da ação, os alunos conseguiram fechar parcerias e patrocínios, inclusive de um projeto de cidadania da Disney. Com essa consolidação, a iniciativa ganhou status de projeto de extensão na Cefet de Nova Iguaçu. Mesmo após a formatura de Jennifer – que agora estuda para ser veterinária, o “SOS Bicho Amigo” se mantém ativo com novos voluntários, que seguem cuidando dos animais que ainda residem ou aparecem na escola. Este ano, o projeto terá uma novidade importante: a iniciativa será expandida para outros oito Cefets do Rio de Janeiro, por meio da criação do Núcleo de Proteção Animal e Meio Ambiente (Nupama) do Cefet-RJ.

 

Inscrições para o Desafio 2018

O regulamento para a 4ª edição do Desafio Criativos da Escola será divulgado no dia 18 de abril. Em 2017, a premiação recebeu 1492 projetos de todas as regiões do Brasil. Enquanto as inscrições não começam, é possível conhecer a história de projetos nas redes sociais do programa e em seu site, que possui, entre outras coisas, textos, vídeos e reflexões que podem contribuir com a prática pedagógica dentro e fora da sala de aula.

 

Sobre o Instituto Alana

O Instituto Alana é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que aposta em programas que buscam a garantia de condições para a vivência plena da infância. Criado em 1994, é mantido pelos rendimentos de um fundo patrimonial desde 2013. Tem como missão “honrar a criança”.

Fonte: Instituto Alana

Crédito da foto: Divulgação / Criativos da Escola