Foto: Reprodução

Nova Cepa da COVID-19 é encontrada no Chile

O Chile identificou o primeiro caso de infecção por uma nova cepa de coronavírus, anunciada no Reino Unido em meados de dezembro
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Por Guilherme Campbell

Uma nova linhagem da COVID-19 foi encontrada no Chile. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 29 de dezembro, pela vice-ministra da Saúde da República, Paula Dasa. “A análise é consistente com a cepa encontrada no Reino Unido. Todos os cuidados foram tomados e a pessoa já estava hospitalizada”, citou a assessoria de imprensa da agência na rede social Twitter.

O primeiro paciente com a cepa “britânica” do coronavírus foi uma mulher chilena que voltou ao país depois de visitar Londres, onde esteve visitando parentes por cerca de uma semana. Ela fez o teste de infecção no aeroporto de Santiago e depois foi para a cidade de Temuco. Agora, o Ministério da Saúde republicano está tentando entrar em contato com todos os passageiros do voo.

Em conexão com a identificação de uma nova cepa do vírus, as autoridades chilenas decidiram introduzir uma quarentena de 10 dias para todos os que entram no país. Essas medidas entrarão em vigor a partir de 31 de dezembro.

No mesmo dia, soube-se que na província canadense de Quebec, foi encontrado um paciente com uma nova variedade de COVID-19, previamente descoberta no Reino Unido. No total, a nova cepa foi identificada em quatro regiões do país.

A nova variante de COVID-19 foi descoberta no Reino Unido em 14 de dezembro e segundo especialistas do Centro de Modelagem Matemática de Doenças Infecciosas da Escola de Londres, é 56% mais infeccioso que o original, o que pode levar a um aumento no número de pacientes em hospitais no futuro. Ao mesmo tempo, o primeiro-ministro do país, Boris Johnson, disse no dia 19 de dezembro que a nova cepa do vírus é 70% mais infecciosa, mas isso não significa que cause complicações mais graves ou alta mortalidade.

Devido à descoberta de uma nova cepa de coronavírus, o tráfego aéreo com o Reino Unido foi suspenso por mais de 35 países. O vírus já foi detectado em vários países, incluindo Dinamarca e Japão.

De acordo com o International Bureau of Statistics Worldometer do Chile, 603.986 casos de COVID-19 foram identificados até o momento, 16.488 pessoas morreram e 573.681 pacientes se recuperaram.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.