“Natal Cervejeiro” acontece durante todo o fim de semana

Parte da programação do Natal Imperial, a Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia) recebe desta sexta-feira (06.12) até domingo (08) o “Natal Cervejeiro”. Uma parceria entre a Deguste e a Associação das Microcervejarias de Petrópolis (AMP), com o apoio da prefeitura, que vai reunir música, gastronomia, recreação infantil e, claro, cervejas artesanais. A feira, que é aberta ao público, ganhou uma decoração especial natalina.

Capital Estadual da Cerveja, o evento vai contar com a participação de 18 cervejarias. E, além deste fim de semana, o Natal Cervejeiro também funciona de 13 a 15 e de 20 a 22 de dezembro. “A parceria com a iniciativa privada é fundamental. Isso mostra que o empresariado aposta no Natal Imperial e ajuda a incrementar ainda mais a festa”, explica o prefeito Bernardo Rossi, lembrando de outras ações como a pista de patinação no gelo, no Clube Petropolitano, e o Vale Encantado, em frente ao Palácio de Cristal.

Na Praça Visconde de Mauá, além das cervejarias que são o destaque da feira, também não vai faltar boa música. Nesta sexta, tem apresentação da banda Tokaia, às 20h30. No sábado (07), tem Double Three Project, às 14h; OitoZero às 17h; e S ou S às 20h30. No domingo, quem sobe ao palco é o Duo TPM às 15h; e Jompz às 19h. Por lá, o público também vai poder conferir os espetáculos de projeção mapeada na fachada da Câmara Municipal. Eles trazem modernas imagens em 3D e um vídeo com cenários de Natal. As exibições acontecem durante todo o Natal Imperial – até 12 de janeiro, sempre nas sextas-feiras e sábados, de 15 em 15 minutos, a partir de 19h até às 23h, e nos domingos das 19h às 21h.

O Natal Cervejeiro também realiza uma campanha de doação de sangue. “Os primeiros doadores ganharão um copo personalizado e um brinde exclusivo da Deguste”, explica Rodrigo Duarte, um dos organizadores da Deguste. A Campanha é uma parceria com o Banco de Sangue Santa Teresa, que fica na Rua Paulino Afonso, 477, no Bingen.

Setor cervejeiro em expansão

Com feiras mensais de produtores artesanais e a garantia de participação dos produtores em todos os principais eventos do município, o setor vem crescendo a cada ano e se tornando uma das mais recentes vocações da Cidade Imperial. “O número de produtores de cerveja artesanal cresceu muito em Petrópolis. E a prefeitura vem incentivando e apoiando o setor, tanto no que diz respeito à criação de novas marcas, desburocratização, quanto no apoio a eventos. E os nossos produtos locais são mais uma forma de atrair turistas e atrair recursos para a cidade”, frisa o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

Ao todo, já são 24 marcas de cerveja produzidas em Petrópolis, três são grandes fábricas – Cidade Imperial, Bohemia (AmBev) e Grupo Petrópolis, e 21 artesanais, distribuídas entre fábricas (como a Duranz, BrewPoint, Odin, Real e Rocky Garden, por exemplo) e ciganas. Em 2018, só as microcervejarias produziram 1 milhão de litros da bebida que é uma das paixões dos brasileiros, com um investimento de R$ 10 milhões no setor, que emprega mais de 5 mil pessoas direta e indiretamente.

Fonte: Turispetro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também

Leave a Comment