Museu Imperial apresenta programação especial para março com reabertura do Palácio e atividades virtuais

As ações on-line realizadas pelo Museu Imperial ao longo de 2020 somaram mais de 1 milhão de visualizações. Em 2021, a programação virtual continua. A partir de março, o MIMP promove diversas atividades em suas páginas na internet.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Há um ano, a visitação ao Complexo Museu Imperial foi suspensa. A equipe da instituição permaneceu a exercer suas funções de forma presencial e remota. As dependências do MIMP continuaram a receber manutenção e se intensificaram os atendimentos virtuais.

Os jardins, a loja, a cafeteria e o Pavilhão das Viaturas reabriram ao público neste mês de fevereiro. Para segurança dos visitantes e funcionários, ao entrar no Complexo é preciso passar por uma barreira sanitária, com aferição de temperatura. O uso de máscara é obrigatório. Totens de álcool em gel podem ser encontrados em diversos espaços, que são diariamente higienizados. É permitida a entrada de 150 visitantes simultaneamente. Os banheiros estão abertos, porém os bebedouros permanecem fechados.

A ala esquerda do Palácio Imperial de Petrópolis estará disponível para visitação a partir do próximo dia 16 de março, aniversário da cidade. Em breve, serão divulgados os protocolos para visitação ao Palácio.

ATIVIDADES VIRTUAIS

As ações on-line realizadas pelo Museu Imperial ao longo de 2020 somaram mais de 1 milhão de visualizações. Em 2021, a programação virtual continua. A partir de março, o MIMP promove diversas atividades em suas páginas na internet.

“Usos esquecidos, objetos preservados” – segundas-feiras e quartas-feiras, às 10h.

No dia 1º de março, estreia a segunda temporada do projeto “Usos esquecidos, objetos preservados”, produzido pelos Núcleos de Acervo Museológico e Comunicação. A primeira temporada, publicada em novembro de 2020, atingiu mais de 150 mil visualizações. A série aborda itens curiosos do acervo do Museu Imperial.

A cada segunda-feira é proposto um novo desafio aos seguidores da instituição, trazendo a pergunta: “Você sabe que objeto é este?”. As respostas vêm às quartas-feiras, acompanhadas de vídeos com a participação da museóloga Ana Luísa Camargo. A veiculação dos conteúdos acontece às 10h, nas redes sociais e no site do MIMP.

Serão apresentados cinco objetos nesta temporada. A novidade, é que além de mostrar curiosidades, os vídeos trarão informações técnicas da museologia.

¨6 semanas de conservação preventiva” – terças-feiras e quintas-feiras, às 10h.

A partir do dia 2 de março, a série “6 Semanas de Conservação Preventiva” traz dicas de como conservar documentos e livros.

O projeto é composto por 12 vídeos, produzidos pelo Laboratório de Conservação e Restauração do Museu Imperial, e explora os acervos do Arquivo Histórico e Biblioteca da instituição.

Os episódios serão disponibilizados às terças e quintas, às 10h, no canal do Youtube e no perfil do Instagram do Museu Imperial.

“Memória Institucional” – quintas-feiras, às 12h.

Já é tradição nas redes sociais compartilhar fotos nostálgicas às quintas-feiras. Pensando nisso, a equipe do Núcleo de Comunicação do Museu Imperial desenvolve o projeto “Memória Institucional”.

A partir de 4 de março, através de fotos e depoimentos que serão divulgados nas páginas do MIMP no Instagram e Facebook, a série relembrará grandes momentos da instituição, que completa 81 anos de criação no próximo dia 29 de março.

“Hora do Conto” da Biblioteca Rocambole – sextas-feiras, às 10h.

Para as crianças, a “Hora do Conto” no blog da Biblioteca Rocambole, com a participação do pedagogo Renato Lins, será veiculada às sextas-feiras, a partir das 10h. Os vídeos retornarão no dia 5 de março.

A Biblioteca Rocambole é a biblioteca infantil do Museu Imperial, e recebe esse nome em homenagem ao cachorro da princesa d. Isabel.

“O Acervo do Museu Imperial me contou…” – 18 de março, quinta-feira, às 16h.

Sucesso em 2020 com a série de lives “Anuário do Museu Imperial – debates”, a Área de Pesquisa do MIMP, composta por Alessandra Fraguas e Leandro Garcia, continuará produzindo transmissões neste ano.

“O acervo do Museu Imperial me contou…” tem o objetivo de promover encontros virtuais com os pesquisadores que utilizaram o acervo da instituição como fonte para os seus trabalhos.

A primeira transmissão de 2021 acontecerá no dia 18 de março, às 16h, no canal do MIMP no Youtube.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.