Petrópolis vai receber R$ 300 mil em recursos federais para a estruturação da rede de serviços de Proteção Social Básica e Especial. A informação foi confirmada pelo ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, durante reunião com a secretária de Assistência Social, Denise Quintella, nesta quinta-feira (17.05). Denise também apresentou ao ministro o projeto Criança Feliz, que será lançado no próximo dia 28, no município.

“É fundamental que apresentemos projetos para melhoria da estrutura existente voltada à Assistência Social no município. Foi o que fizemos neste encontro. Serão R$ 300 mil destinados para a compra de bens para o Centro de Referência de Assistência Social do Centro e para instituições sócio-assistenciais. É imprescindível a manutenção destes equipamentos e mobiliário”, destacou Denise Quintella.

Os repasses são referentes a duas emendas parlamentares indicadas pelo deputado federal Hugo Leal, de R$ 100 mil e R$ 200 mil. As propostas preveem a compra de um carro, móveis, eletrodomésticos e equipamentos de informática. A disponibilização depende, agora, da liberação financeira por parte do Ministério do Desenvolvimento Social.

Outro tema do encontro foi o programa Criança Feliz, que será implementado pelo município no próximo dia 28. O Criança Feliz visa estimular o desenvolvimento integral de crianças em situação de risco ou vulnerabilidade social, na primeira infância – fase determinante para o desenvolvimento de habilidades de coordenação, memória e capacidade de aprendizado.

“A ideia do programa é dar orientações para as famílias sobre a melhor maneira de estimular os filhos nos estudos. O próprio ministro quis conhecer mais do nosso objetivo, que é diminuir a evasão escolar, prestando acompanhamento das gestantes desde o pré-natal e preparando as mães em toda linha de cuidado, além do fortalecimento do vínculo familiar. É muito bom saber que o programa está tendo este reconhecimento, inclusive, sinalizando que virá ao lançamento”, disse a secretária de Assistência Social.

A implantação do Programa em Petrópolis é graças a uma verba federal de R$ 52,5 mil mensais, liberada pelo Ministério do Desenvolvimento Social.A Assistência, a Saúde e a Educação estarão envolvidas para mudar a realidade desses jovens. A expectativa é que sejam atendidas 700 famílias que tenham crianças de até 3 anos beneficiárias do Bolsa Família e as de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). O programa vai funcionar em todas as oito unidades do Centro de Referência a Assistência Social (CRAS) do município.