Com autorização para a realização no reajuste da tarifa de rotativo, a Sinalpark e a CPTrans acordaram para o próximo dia 2 de outubro o validamento dos valores de R$ 2,50 na área branca e R$ 3,50 na área azul. A medida acontece para que os usuários consigam se programar para a compra de créditos dessas áreas e para que a empresa realize a parametrização do sistema. A CPTrans já havia determinado à empresa que disponibilizasse áreas com valores mais em conta e maior tempo de permanência – as áreas brancas, que contam com 723 vagas em todo o município, representando 39,23% das 1.843 vagas existentes na cidade.

O reajuste do rotativo foi solicitado pela Sinalpark, concessionária responsável pelo serviço no município, com base em Lei Federal que determina o reajuste anual nas tarifas de serviços públicos.  A SinalPark está operando, na prática, desde março de 2016 sem que houvesse mudança na tarifa. O decreto que autoriza a alteração imediata no valor foi publicado na última sexta-feira (22.09)

Atualmente o município conta com cerca de 1.700 vagas em ruas do Centro, Valparaíso, Corrêas e Bingen – áreas onde o fluxo de veículos que precisam parar é intensa e que existe a necessidade de haver rotatividade entre os veículos. O estacionamento fechado da Rua do Imperador, também terá o valor acrescido e passará a custar R$ 4,50.

Usuários do comércio e doadores de sangue têm direito a uma hora de gratuidade nas vagas de rotativo

 Usuários do comércio e doares de sangue têm direito a uma hora de gratuidade. A solicitação do benefício pode ser feita em dois casos: o primeiro, válido para todo o município, é dado quando comprovado o gasto de, no mínimo, R$ 12 em compras no comércio. O motorista terá o valor cobrado ao estacionar o veículo e, após requerer a gratuidade mostrando a nota fiscal de compra, terá o valor ressarcido pelo controlador no ato.

As exceções acontecem na área do polo de modas da Rua Teresa. Na via principal e nas adjacentes, ruas Aureliano Coutinho e Visconde do Bom Retiro, o valor mínimo de consumo deve ser de R$ 60 de compra, válido por uma hora e, no máximo cinco horas estacionado, comprovando o consumo de R$ 300. Para conseguir o benefício, é necessário seguir algumas regras: é preciso que haja, ao menos, três pessoas em veículo de passeio e devem ter 16 anos ou mais. No caso das vans, devem ter, no mínimo, sete pessoas, mas as regras de aquisição são as mesmas.

Aos doadores de sangue também estão assegurados o direito à primeira hora de gratuidade em estacionamentos rotativos. Para isso, deverá ser feito a comprovação através da apresentação de documento de identificação de doador, com foto, validade e atestado ou declaração confirmando a doação efetuada no ano em curso ou, ao menos, no ano anterior. Ambos são emitidos por Banco de Sangue. O motorista deve comparecer à CPTrans onde receberá um cartão, que dará direito ao benefício.

Compra dos bilhetes pode ser feita com controladores ou virtualmente

Os controladores estão com um equipamento portátil para fazer a cobrança do estacionamento, caso o motorista encontre dificuldades. Já os parquímetros aceitam moedas ou cartão eletrônico, que pode ser adquirido na sede da empresa Sinalpark (Rodoviária do Centro), na CPTrans, nos pontos de venda fixos ou ainda com os controladores do rotativo.

O motorista também pode optar pelos canais virtuais, como internet (www.estarpetropolis.com.br), aplicativos para smartphones (DigiPare), central de atendimento por telefone (0800 941 3444) ou ainda SMS (27317). Nestes casos, com a utilização do cartão de crédito. ​