A atenção especial que o turismo em Petrópolis vem recebendo desde o início do ano passado já surte efeitos. O movimento nos Centros de Informação Turística (CITs) aumentou em relação ao ano passado. Só no Carnaval, por exemplo, – no período de 09 a 14 de fevereiro -, as unidades receberam 19% a mais de visitantes se comparado ao mesmo período de 2017, passando de 862 pessoas para 1.026 nos cinco centros disponíveis na cidade. Recebendo uma média de 1.6 milhão de turistas por ano, a ideia é fazer com que cada um deles se sinta acolhido na cidade, receba atendimento especializado e, com isso, retorne ao município.

“É fundamental que o turista se sinta bem recebido em Petrópolis e que consiga com facilidade todas as informações necessárias para uma boa estadia na cidade. Já conseguimos efetuar mudanças, como a reforma e manutenção de alguns CITs, e outras melhorias estão em andamento, como uniformização padronizada. Nosso foco agora é buscar recursos para continuar valorizando esses centros, com melhorias na infraestrutura dos banheiros e recepção, além da informatização com o nosso Observatório Regional do Turismo, que é o setor onde avaliamos, analisamos e monitoramos os indicadores do Turismo em Petrópolis”, explica o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

Este ano, entre as principais mudanças já realizadas nos CITs está a do Quitandinha. Lá, o jardim interno da unidade foi reformado, a miniatura do monumento da águia da Praça Visconde de Mauá que enfeita o local também foi limpa, foram instaladas novas jardineiras e plantas. “E agora também estamos com uma parceria com a Secretaria de Obras para melhorar o portal da entrada da cidade. Foi feita a pintura no ano passado e agora estamos trabalhando em questões estruturais. Bastante coisa já foi feita para melhorar a recepção dos turistas que chegam pelo Quitandinha”, destaca a diretora de turismo e eventos da Turispetro, Camila Thees, lembrando que, no local, também havia um carro abandonado, que foi rebocado com o apoio da CPTrans.

Outra mudança que surtiu efeito foi a transferência do CIT do Centro de Cultura Raul de Leoni – que apresentava pouco movimento, para o Palácio de Cristal, um dos atrativos mais procurados no município. Atualmente, a unidade é a que mais recebe turistas entre todos os CITs na cidade. No período do Carnaval, 494 turistas passaram pelo local. Os outros variaram entre 32 turistas (Bingen) e 216 (Praça da Liberdade).