O motorista de aplicativo Rosenvaldo Lima Martins foi torturado por três homens na noite desta segunda-feira (5), no Simeria, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro.

De acordo com informações, o Rosevaldo levou uma paulada na cabeça ficando desorientado. Em seguida, colocaram sua mão em uma pedra e arrancaram seus dedos. Finalizaram colocando fogo no veículo.

O caso aconteceu na Rua Infante Dom Henrique, no Simeria, próximo ao Parque Cremeri.

O motorista deu entrada no Pronto Socorro e, por causa da gravidade no estado de saúde, foi transferido para o Hospital Santa Teresa.

Em nota, a empesa Uber, lamentou o caso ocorrido com o motorista parceiro da companhia:

“A Uber lamenta que cidadãos que desejam apenas trabalhar ou se deslocar sejam vítimas da violência que permeia nossa sociedade. Rosenvaldo Lima Martins atua como motorista parceiro, mas não realizava viagens pelo aplicativo há quatro dias, portanto, pelas informações veiculadas, o crime não tem relação com sua atividade pelo aplicativo.

De qualquer forma, a Uber permanece à disposição dos órgãos de segurança para colaborar com as investigações, na forma da lei, e esperamos que as autoridades tragam os responsáveis à justiça o mais rápido possível.”

 

(atualizada em 6/11 14:14)