Foto: Divulgação

Motocicletas irregulares são alvo de fiscalização em Petrópolis

A primeira ação foi realizada na noite desta terça-feira (22) em Petrópolis, visando principalmente a adulteração do sistema de escapamento

Hoje, o Estado do Rio tem mais motocicletas que há um ano. Nos últimos 12 meses, foram mais 31 mil veículos desse tipo. O total de motos saltou de 1.211.646 para 1.243.203. E, com esse aumento, cresceu também o incômodo da população com o barulho desse transporte. Isso porque, alguns motociclistas adulteram o sistema de escapamento, ampliando o ronco dos motores. Para coibir essa manobra irregular, a partir desta semana, a Coordenadoria de Fiscalização do Detran.RJ dará apoio a prefeituras que solicitarem reforços para operações municipais.

A primeira ação foi realizada nesta noite de terça-feira (22) em Petrópolis, visando principalmente este tipo de infração. Durante a abordagem, também foram verificados os itens de segurança e os documentos dos condutores. Em três horas de operação, 26 veículos foram fiscalizados e 34 infrações de trânsito, aplicadas. Para seis veículos, que estavam irregulares, foram emitidas notificações de encaminhamento ao posto para regularização.

O Detran reforça que, durante a pandemia, as CNHs vencidas após 19 de fevereiro de 2020 não serão consideradas irregulares porque tiveram sua validade estendida.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também