Foto: AFP

Morre Luc Montaigner, cientista que descobriu o vírus da Aids

A Aids chegou ao conhecimento do público em 1981, quando médicos norte-americanos notaram um grupo incomum de mortes entre jovens na Califórnia e em Nova York.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Luc Montagnier, cientista que descobriu o vírus da Aids, morreu nesta terça-feira (10) em um hospital de Paris, aos 89 anos. O francês recebeu um Nobel de Medicina em 2008. Nos últimos anos de vida, foi alvo de denúncias de colegas de profissão por conta de teorias conspiratórias, sobretudo relacionadas à Covid-19.

Montaigner e Françoise Barre-Sinoussi dividiram o Nobel em 2008 por seu trabalho no Instituto Pasteur, em Paris, ao isolar o vírus da imunodeficiência humana (HIV). A conquista acelerou o caminho para testes da doença e medicamentos antirretrovirais que mantem o patógeno sob controle.

A Aids chegou ao conhecimento do público em 1981, quando médicos norte-americanos notaram um grupo incomum de mortes entre jovens na Califórnia e em Nova York.

Montagnier foi rival do cientista americano Robert Gallo em seu trabalho inovador na identificação do HIV no departamento de virologia que criou em Paris no ano de 1972. Ambos são creditados pela descoberta de que o HIV causa a Aids, e suas alegações levaram por vários anos a uma disputa legal e até diplomática entre França e Estados Unidos.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.