Morre em Petrópolis narrador esportivo Gerson Mendes, com câncer e Covid-19

Gerson Mendes estava internado fazia mais de 100 dias. Inicialmente em razão de um câncer na próstata. Depois, seu quadro clínico foi agravado por ter contraído duas vezes a Covid-19, vindo a falecer na manhã desta segunda-feira (12).

Morreu na manhã desta segunda-feira (12), em Petrópolis, o narrador esportivo Gerson Mendes, de 72 anos e que marcou época no rádio de Piracicaba, interior do estado de São Paulo, nos últimos 30 anos.


Nascido em Petrópolis no dia 31 de dezembro de 1948, Gerson Mendes estava internado fazia mais de 100 dias, inicialmente em razão de um câncer na próstata. Depois, seu quadro clínico foi agravado por ter contraído duas vezes a Covid-19, vindo a falecer na manhã desta segunda-feira.


“Se em alegria no rádio, tem alegria do povo”, era o jargão de Gerson Mendes que ficou imortalizado entre seus ouvintes.


Antes de atuar em Piracicaba, Gerson Mendes fez sucesso no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, chegando para atuar em Piracicaba no ano de 1986.


Sempre com um inconfundível boné e muita simpatia, Gerson Mendes fez história na Rádio Difusora (AM 650), onde ficou até 2019, quando optou em regressar para Petrópolis.

O corpo de Gerson Mendes está sendo velado em Petrópolis em cerimônia restrita aos familiares, cidade onde será sepultado.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também