Foto: Reprodução

Morre Eduardo Chuahy, aos 87 anos

Chuahy faleceu em decorrência de um infarto

O ex-deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Legislativa (Alerj), Eduardo Chuahy, morreu neste domingo (24), aos 87 anos.

A Alerj divulgou nota de pesar em que informa que Chuahy faleceu em decorrência de um infarto. A nota, no entanto, não informa onde ele morreu.

É com profundo pesar que a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) lamenta a morte do ex-deputado estadual e ex-presidente da Casa, Eduardo Chuahy, neste domingo (24/01), por infarto. Chuahy presidiu a Casa em 1986. Autor do livro Construção e a Destruição do Setor Elétrico Brasileiro, em parceria com o diretor-geral da Alerj, Wagner Victer, Chuahy foi apoiador do ex-governador Leonel Brizola. Além de deputado estadual, Chuahy também foi secretário de Fazenda na Prefeitura do Rio, no mandato de Marcello Alencar, e presidente do Detran. “Fica para nós a memória de um homem público aguerrido e fiel aos seus princípios, de democracia e respeito ao ser humano. Lamentamos sua morte e ofertamos nossas condolências à família”, afirmou o presidente da Casa, deputado André Ceciliano (PT). Chuahy tinha 87 anos.“, diz a Alerj

Eduardo Chuahy foi eleito deputado estadual em 1982 pelo PDT. Foi reeleito em 1986 e presidiu a Assembleia Legislativa do RJ até 1987. O terceiro mandado como deputado foi entre 1990 e 1994, também pelo PDT.

Chuahy também foi secretário da Fazenda na Prefeitura do Rio durante o governo de Marcelo Alencar e presidiu o Detran.

Ele é autor do livro Construção e a Destruição do Setor Elétrico Brasileiro, em parceria com o diretor-geral da Alerj, Wagner Victer.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também