Moraes determina bloqueio do Telegram no Brasil

Quem não obedecer a decisão está sujeito a multa diária de R$ 100 mil.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal (STF), determinou que as plataformas digitais e provedores de internet adotem mecanismos que inviabilizem a utilização do Telegram no país.

Moraes atendeu a um pedido da Polícia Federal, que afirmou ao Supremo que “o aplicativo Telegram é notoriamente conhecido por sua postura de não cooperar com autoridades judiciais e policiais de diversos países, inclusive colocando essa atitude não colaborativa como uma vantagem em relação a outros aplicativos de comunicação, o que o torna um terreno livre para proliferação de diversos conteúdos, inclusive com repercussão na área criminal”.

A ordem para o bloqueio do aplicativo de mensagens está em fase de cumprimento. As empresas estão sendo notificadas pela Agência Brasil de Telecomunicações (Anatel). Quem não obedecer a decisão está sujeito a multa diária de R$ 100 mil.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.