Uma moradora do bairro Caxambu, na localidade do ponto final das Três Pedras, denuncia que há mais de dois anos pede ajuda da Prefeitura para ter acesso à água potável, esgoto e iluminação pública na Servidão Hugo Santos, mas nunca fui atendida. A rua nunca teve iluminação pública, mas todos os moradores recebem a cobrança da taxa de iluminação. São mais de 400 metros de via sem luz, colocando os moradores em risco de assalto e acidentes. Não há asfalto e o calçamento foi improvisado pelos próprios moradores da localidade através de mutirões. Com as chuvas de março a situação piorou ainda mais. Os fios que levam energia para as casas são presos em arvores, pois não há postes. A água para beber, preparar seus alimentos é obtida em uma mina e armazenadas em galões. Para lavar roupas, louças e fazer a higiene pessoal, a água de uma cachoeira é a solução mais viável. Os moradores represam a água e esticam uma mangueira para levar à um local mais próximo das residências. O esgoto é despejado sem nenhum tratamento em fossas abertas nos quintais das casas.

Ainda de acordo com a moradora, o prefeito Bernardo Rossi esteve na rua no dia do desastre ocorrido nas chuvas no início do ano e prometeu a iluminação e o asfalto, mais nada foi feito até o momento.

A Prefeitura, em nota, explica que as obras de recuperação do Caxambu já ficaram finalizadas em 10 pontos, das 18 intervenções realizadas no bairro. Confira a nota:

“As ações de recuperação do Caxambu somam R$ 2,9 milhões em 18 intervenções, das quais 10 já ficaram prontas. Além de limpeza de vias e de córregos e desobstrução de galerias, já foram construídos quatro muros de contenção, um talude projetado e sistema de drenagem em Três Pedras, Mata Banco, Rua Aurélio Pires e Santa Isabel. A Rua José Almeida Amado está recebendo a construção de um muro de contenção e outros três também serão feitos em na localidade de Três Pedras.

Em Três Pedras, o local que ficou com acesso mais prejudicado pela chuva, que antes era de paralelepípedo, agora está pavimentado.

Sobre a iluminação pública, o bairro Caxambu já recebeu reparos em 273 pontos de luz desde fevereiro pela Vitorialuz, empresa responsável pela manutenção do serviço. Com relação a extensão da rede, o Departamento de Iluminação Pública vai instalar quatro luminárias para atender a Servidão Hugo Santos.

A questão de energia cabe a Enel, que é responsável pela colocação de postes.

O local possui nascentes próprias para o abastecimento de água. A Secretaria de Obras fará uma vistoria no local para acionar a Águas do Imperador e solicitar que a concessionária faça um estudo de viabilidade para extensão de rede de abastecimento de água e coleta de esgoto”.