Morador do Samambaia deixa de ser atendido pelos Correios e instituição diz que endereço não atente às condições mínimas necessárias para a prestação do serviço Vizinhos do morador continuam recebendo as correspondências

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Ricardo Silva é morador da Rua Gabriel Vieira, no Samambaia, em Petrópolis e há aproximadamente seis meses, deixou de receber correspondências em sua residência.

Segundo Ricardo, ao questionar ao carteiro sobre a interrupção do serviço, ele teria lhe dito que “não é obrigação dele”, se referindo em fazer as entregas na casa do cliente e que “ele só estava quebrando o galho” quando fazia as entregas antes.

Ainda de acordo com Ricardo, seus vizinhos continuam recebendo as correspondências normalmente, inclusive um deles fica há poucos metros da sua casa.

Foto: Carteiro fazendo a entrega em uma casa vizinha de Ricardo / Arquivo pessoal

Ricardo explicou ainda que, quando faz uso da ferramenta de rastreamento no site dos Correios, a orientação passada é para que a retirada da correspondência seja realizada na agência localizada no bairro de Corrêas, localizada na Rua Doutor Agostinho Goulao. Ricardo afirma nunca ter recebido aviso oficial sobre a interrupção dos serviços e tão pouco recebe informação por escrito de que suas correspondências estão disponíveis na agência. Recentemente ele só descobriu que deveria buscar uma correspondência na agência quando fez a consulta no site dos Correios.

Os Correios, em nota, justificaram que o endereço de Ricardo não atente às condições mínimas necessárias para a prestação do serviço. Mas eles não explicaram o motivo desta condição de entrega ter sido possível antes da interrupção. A empresa também não respondeu sobre a postura do carteiro diante do questionamento do cliente.

Verificamos que o endereço informado não atente às condições mínimas necessárias para a prestação do serviço de distribuição domiciliária, estabelecidas pela Portaria Interministerial N° 4.474, de 31 de agosto de 2018: http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/40683123/do1-2018-09-13-portaria-interministerial-n-4-474-de-31-de-agosto-de-2018-40682924  A entrega, neste caso, deve ocorrer na agência mais próxima do cliente”, explica os Correios.

 

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.