Foto: Melissa Haidar

Mitiko não ouve Jacquin e é eliminada do “MasterChef Brasil”

Chef pediu para cozinheira mudar receita de peixe com geleia de morango.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Mitiko foi a terceira eliminada da nona temporada do MasterChef Brasil. Nesta terça-feira (31), a dentista de 38 anos deixou a competição após apresentar uma combinação inusitada, de peixe com geleia de morango, na prova de invólucros naturais. O chef Erick Jacquin chegou a alertar a participante de que os elementos não faziam sentido juntos, mas foi ignorado. “Já comi coisa ruim na minha vida, mas isso aqui tá na lista de coisas de outro planeta. O cara que vai gostar disso aqui ainda não nasceu”, disse irritado.

Na primeira prova da noite, Mitiko já havia recebido críticas ao apresentar um molho de chocolate com filé mignon que parecia uma ganache de tão doce. De modo geral, ela pecou no “agridoce” e, em entrevista ao Band.com, lamentou não ter tido a chance de mostrar o que é capaz de fazer na cozinha. “Faz diferença sair sem um destaque [individual e positivo], mas não consegui mostrar o meu potencial. A gente replicou muitos pratos em três episódios, alguns eu nunca tinha visto. Foi muita correria e nervosismo por ser tudo novo. Infelizmente não consegui mostrar quem eu sou.” 

A paulista de Presidente Prudente admite que deveria ter ouvido mais o chef Jacquin. Ela explica que, no momento em que ele foi até a sua bancada, imaginou que estava sendo testada. “Eu filtrei muito o comentário dele pois estava com coragem para fazer algo diferente. Pensei que ele estava falando por falar, então confiei na minha ideia. Achei que daria certo e agora me arrependo”, conta. A princípio, seu plano era fazer uma geleia com banana, mas a ideia foi adaptada quando, ao entrar no mercado, não encontrou o ingrediente.  

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.