Ministério Público do Rio de Janeiro obtém prisão de suspeitos por ataques a religiões africanas

Supostos ataques violentos teriam ocorrido em Duque de Caxias.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou supostos indivíduos que teriam vínculo com o tráfico de drogas, e outras seis pessoas por ataques a locais e pessoas de religiões de matriz africana.

De acordo com as denúncias, um jovem e outros dois homens não identificados teriam recebido ordens para constrangerem e ameaçarem utilizando arma de fogo, o pai de santo e os frequentadores de um templo de candomblé localizado no município de Duque de Caxias, determinando que abandonassem o local.

Durante o suposto ataque, eles também teriam exigido que todos os terreiros da localidade fossem fechados. Em outra ocasião, os suspeitos, teriam invadido outra atividade, gritando e ameaçando os participantes, proibindo-os de andar de roupa branca na localidade.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.