Ministério do Turismo indica Petrópolis como uma das cidades do país mais seguras para os visitantes

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Petrópolis é um dos 22 locais indicados pelo Ministério do Turismo como cidade segura para este momento de retorno das atividades do setor. A Cidade Imperial faz parte de um rol de parques, praias e equipamentos histórico-culturais que compõe o Guia Viagem em Família, lançado pelo ministério. O Guia divulgado em todo o país aponta municípios e espaços que recebem seus visitantes com segurança sanitária.  O lançamento do Guia, que faz parte do programa Retomada do Turismo, foi comemorado pelo trade turístico de Petrópolis que opera com rígidas normais sanitárias observando distanciamento, lotação máxima permitida e cuidados com hóspedes e clientes.

“Petrópolis oferece este diferencial seja em hotelaria, gastronomia, compras e outras atividades. O empresariado se empenhou em seguir as normas sanitárias à risca seja em hotéis, restaurantes e lojas. Já o poder público contribuiu com barreiras sanitárias e regras de acesso. Isso fortaleceu para que a nossa cidade tenha esta percepção de segurança neste momento de apreensão dos visitantes. Então, Petrópolis, além de ser a cidade mais segura do estado do Rio em relação à criminalidade, é uma das cidades mais seguras do Brasil, em termos sanitários, como aponta o Ministério do Turismo”, afirma o presidente do Petrópolis Convention & Visitors Bureau, Fabiano Barros.

Categoria A no Mapa do Turismo Brasileiro, Petrópolis conta com 117 meios de hospedagem, sendo 31 hotéis, 71 pousadas, quatro resorts, três SPAs, sete hostels, e um flat, com 6.325 leitos disponíveis, tanto em área urbana quanto em recantos bucólicos dos distritos. O número é 50% maior do que dez anos atrás, quando a cidade registrava 78 meios de hospedagem.

A cidade tem ainda mais de 150 restaurantes que fazem da gastronomia ser uma das mais reconhecidas no país, além dos polos de compra  e uma série de opções em turismo de aventura, rural e religioso. “São atividades em locais mais abertos ou com pouco público, então é providencial para esta época de isolamento. Essa pluralidade de opções que a Cidade Imperial oferece a torna ainda mais atrativa”, pontua Fabiano Barros.

A criação do programa Retomada do Turismo, segundo o Ministério do Turismo, é um passo natural para esse momento de retorno seguro e gradual das atividades, que mostra como todo o setor de viagens está unido em busca de garantir que a atividade volte a registrar os mesmos níveis de crescimento em 2019 e tenha um papel de destaque na recuperação econômica do país por meio da geração de emprego e renda para a nossa população.

Para Guido Varella, da Serra Brasilis Turismo, o Guia alerta também ao profissional da área que influencia o visitante desde a escolha do destino, passando por passagens aéreas, hotéis e roteiros. “O Guia é uma fonte de informação para o agente que, como conhecedor do destino, chancelado pelo órgão máximo federal, pode indicar a visitação à Petrópolis como uma experiência memorável para seus clientes”.

Guia é uma das ações para a retomada do turismo em Petrópolis

Petrópolis, em 2019, bateu a casa de dois milhões de pessoas e um rico calendário de eventos que trouxe R$ 400 milhões para a economia da cidade. E a meta é, de forma gradual e segura, retornar a este patamar importante para a economia da cidade com o turismo representando 6% do PIB municipal cerca de R$ 760 milhões.

O programa do Ministério do Turismo é focado em quatro eixos básicos: protocolos de biossegurança, promoção e incentivo de viagens, preservação de empresas e empregos e melhoria de estrutura e qualificação dos destinos turísticos. Um dos ‘produtos’ para retomada do Turismo é o Guia Viagem da Família que elencou Petrópolis entre os melhores destinos no país.

Petrópolis está presente no Guia ao lado parques, praias e outros atrativos nacionais como o Parque Nacional da Chapa dos Veadeiros, em Goiás, o Pantanal, Circuito das Águas, de Minas, Lençois Maranhenses e as cidades de Fortaleza, Gramado e Canela.

A Cidade Imperial é apresentada pelo Guia que evidencia roteiro histórico-cultural mencionando o Museu Imperial, Casa de Santos Dumont e Palácio Quitandinha além do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, galerias de arte e produtos orgânicos.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.