Foto: Fábio Devito / Olhar Digital

Microsoft aposenta a marca Office e reformula pacote de programas

A previsão para o início oficial das mudanças é para o mês de novembro deste ano
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Microsoft anunciou nesta quinta-feira (13) que vai aposentar a marca Office e passará a trabalhar somente com o serviço Microsoft 365. Ele terá “um novo ícone, uma nova aparência e ainda mais recursos”.

A previsão para o início oficial das mudanças é para o mês de novembro deste ano, para os serviços disponibilizados no site Office.com. Em janeiro de 2023, as mudanças atingem o aplicativo do Office no Windows e o aplicativo móvel do Office.

O Office passará a se chamar Microsoft 365 e será oferecido em nuvem, vai incluir aplicativos como Microsoft Teams, Word, Excel, PowerPoint, Outlook, OneDrive e outros.

As alterações foram oficializadas nas redes sociais da Microsoft e em uma seção “perguntas frequentes” do site da marca.

PLANEJAMENTO DA MUDANÇA

A Microsoft já havia anunciado, em 2020, que mudaria o formato do tradicional pacote Office. De acordo com a empresa, não haverá impacto para os usuários na conta, perfil, assinatura ou arquivos existentes.

“Essas alterações serão aplicadas a todos que usam o aplicativo do Office para trabalho, escola ou uso pessoal (…). O aplicativo será atualizado automaticamente com um novo ícone e nome, portanto, fique atento a essas alterações em novembro e além”, destaca em seu FAQ.

A empresa reforça que os aplicativos do Office não vão desaparecer. “Como parte do Microsoft 365, você continuará tendo acesso a aplicativos como Word, Excel, PowerPoint e Outlook. Também continuaremos a oferecer compras únicas desses aplicativos para consumidores e empresas por meio dos planos Office 2021 e Office LTSC. Além disso, não há alterações nos planos de assinatura do Office 365.”

CONFIRA AS NOVIDADES COM A MUDANÇA

Criação de conteúdo

– Novos tipos de criação de conteúdo e modelos: No módulo “Criar” será possível iniciar rapidamente projetos em vários aplicativos do Microsoft 365 a partir de modelos em branco ou experimentar modelos recomendados para inspiração mais rápida. Essa opção já está disponível para todos os usuários na Web, Windows e dispositivos móveis. Outros modelos vão chegar aos consumidores no próximo ano.

Ferramentas mais utilizadas

– Novo módulo de aplicativos: Será possível fixar, descobrir e iniciar as ferramentas que mais se utiliza no Microsoft 365. Disponível no próximo mês para todos os usuários na Web e no Windows, e em dispositivos móveis nos próximos meses.

Acompanhamento do consumo do armazenamento

– Emblema de boas-vindas: Permite que o usuário veja o status da assinatura do Microsoft 365 e acompanhe o uso do armazenamento em um local fácil. Disponível no próximo mês para usuários consumidores na web e no Windows.

Meu Conteúdo

– Meu Conteúdo: Um recurso popular para clientes empresariais, agora disponível para uso pessoal. “Meu conteúdo” é um local central para visualizar e acessar todo o seu conteúdo – criado pelo usuário ou compartilhado com ele – independentemente de onde esteja armazenado. Disponível no próximo mês para todos os usuários na web e no Windows.

Conteúdo relevante

– Feed: Reúne conteúdo relevante com base no que o usuário trabalha. Será exibido por meio de uma interface fácil para simplificar o fluxo de trabalho. Já disponível para usuários comerciais na Web, Windows e dispositivos móveis.

Agrupar e organizar o conteúdo

– Tagging: Será uma nova maneira de agrupar e organizar seu conteúdo com tags personalizadas em todos os tipos de conteúdo. Já disponível para usuários comerciais na web e no Windows.

As informações foram retiradas do site da Microsoft onde detalha na seção “perguntas frequentes” os destaques do aplicativo Microsoft 365.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.