A prefeitura segue trabalhando para evitar que novos incêndios florestais atinjam a cidade. Nesta sexta-feira (29.09), uma equipe do setor de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente atendeu a três denúncias de queimadas no Carangola. Em um dos casos, na Estrada do Carangola, o dono de uma residência foi notificado por colocar fogo no lixo domiciliar próximo a uma mata. Apesar de não ter tido o flagrante da ação, os fiscais encontraram resquícios do material incinerado.

“Essa notificação tem o valor educacional também. Esperamos que o proprietário entenda os prejuízos causados pela ação.  Além da poluição, existe a proximidade com a mata, o que pode causar um incêndio de grande proporção. Os vizinhos estão preocupados, por conta do tempo seco e os fortes ventos dos últimos dias”, explica Miguel Fausto, chefe do setor de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente.

Em setembro, os agentes realizaram 40 atendimentos, sendo 15 denúncias de queimadas indiscriminadas. Foram entregues 11 notificações e duas multas. Quem for pego em flagrante pode ter que desembolsar entre R$ 14 mil e 700 até R$ 44.100.

“Os valores das multas são altos justamente para inibir a prática. Uma das nossas atribuições dentro do Plano Inverno de Petrópolis é fiscalizar e multar quem faz o uso recorrente da prática. Estamos trabalhando em conjunto com outros setores da prefeitura, Corpo de Bombeiros e órgãos ambientais com o objetivo de reduzir os casos de incêndios florestais em Petrópolis”, explica Miguel.

Desde janeiro o setor atendeu 713 denúncias, entre casos de supressão de vegetação, poluição de curso hídrico, contaminação de solo, empresas funcionando sem licença ambiental e queimadas. São realizadas operações semanais com o objetivo de reduzir os crimes ambientais.

“Além de proteger a área verde do município, também estamos preocupados com o que pode vir durante o verão. Por isso, disponibilizamos um número de celular que funciona 24 horas, todos os dias da semana, para recebermos as denúncias”, explica Fred Procópio, secretário de Meio Ambiente.

As denúncias de crimes ambientais podem ser feitas para a Secretaria de Meio Ambiente através dos telefones: (24) 2233-8180 e (24) 98828-8633.