Coxinha de abóbora recheada com moela; língua braseada com farofa de amêndoas e noz pecan; canapé de banana crispy com patê de fígado, alcaparras e pera; bolinho de inhame, batata e salmão com relish de pera na cachaça; dobradinha na cachaça com arroz, farofa de avelã e salada; e “achadinho” de abóbora com garoupa e crocante de sementes de abóbora. Essas foram algumas das criações gourmet das seis equipes que disputam o Mão na Massa, primeiro reality universitário de Gastronomia do Brasil, organizado pela Unicesumar.

Na quarta prova da competição, realizada na noite de quarta-feira (28), cada equipe recebeu uma cesta surpresa com produtos da xepa. Eram frutas e legumes partidos, machucados ou muito maduros, restos de peixe, como cabeça, pele e carcaça, pé e moela de galinha e mocotó, dobradinha, língua e fígado bovinos. O desafio foi produzir três comidas de boteco com os ingredientes da cesta, sendo obrigatório o uso de pelo menos uma proteína na receita de um dos pratos.

Depois de analisar todos os itens das cestas, as equipes tiveram três minutos para escolher apenas dez ingredientes no mercado. Quando retornaram às bancadas, cumpriram duas tarefas punitivas escolhidas às cegas. Entre as punições estavam a devolução de um ingrediente escolhido no mercado, o uso obrigatório de duas frutas da xepa e o uso obrigatório de um ou dois ingredientes escolhidos na mesa especial da prova. Os produtos extras escolhidos foram alcaparras, avelãs, amêndoas, nozes pecan, melado, azeite de dendê, leite de coco, cachaça e arak. Com as bancadas organizadas, as equipes tiveram 90 minutos para preparar os três petiscos.

A equipe Capim Santo preparou crocante de galinha (com pé de galinha frito), creme de abóbora com calabresa caramelizada e bolinho de inhame, batata e salmão com relish de pera na cachaça.

A equipe Pimenta preparou um canapé de banana crispy com patê de fígado, alcaparras e pera, creme rústico de abóbora e bolinho de peixe empanado com vinagrete de cebola em shoyu reduzido e limão.

A equipe Açaí caprichou na dobradinha na cachaça, servida com arroz branco, farofa com avelãs e salada, caldo de peixe com especiarias e bolinho de salmão com batata doce e molho de pera com hortelã.

A equipe Manjericão surpreendeu os jurados com uma língua braseada com manteiga clarificada, servida com farofa com amêndoa e noz pecan, moqueca de banana da terra e bolinhos de queijos coalho e minas, recheado com coulins de frutas, e de salmão com batata, ambos servidos com vinagrete de manga e salsão.

A equipe Flor de Sal inovou com a coxinha de abóbora recheada com moela de galinha, servida com o molho reduzido ao vinho do Porto, caldinho de inhame com bacon caramelizado no melado e pirão de salmão baiano, com crispy de batata doce e biscoito salgado crocante com ervas.

A equipe Alecrin preparou croquete de salmão com maionese de alcaparras e legumes, “achadinho” (sem o purê na parte superior) de abóbora com garoupa e crocante de sementes de abóbora, mini tartelete com purê de frutas e, de brinde, um drink de frutas tropicais com cachaça.

“As equipes se superaram mais uma vez e colocaram em prática, de forma muito criativa, todas as dicas dadas nos workshops da tarde, que foram sobre Cozinha Natural, com a professora Samara Fernandes, e sobre Comida de Boteco, com a chef Ana Paula Cegatto. Estamos muito felizes com a qualidade dos profissionais que estamos formando”, comemorou o professor Vinícius Pires, coordenador do curso de Gastronomia da Unicesumar e do Mão na Massa.

O júri da prova Comida de Buteco foi formado pelos professores da Unicesumar Andrea Shima e João Guilherme Baggio e pelos chefs Fernando Serra, do restaurante Lev Grill, e Ana Paula Cegatto, do Boteco do Neco.

O Mão na Massa reúne 24 estudantes de Gastronomia da Unicesumar dos polos de EAD de 12 Estados brasileiros e do Distrito Federal, além de acadêmicos de dois dos quatro campi da instituição no Paraná (Maringá e Ponta Grossa). A competição começou na última segunda-feira (26 de fevereiro) e terá a sua prova final na noite desta sexta-feira (02 de março). O Mão na Massa está sendo realizado no campus sede da Unicesumar, em Maringá (PR).

Os integrantes das três melhores equipes receberão premiações especiais e os membros do grupo campeão ganharão bolsa integral para um dos dois cursos de pós-graduação em Gastronomia da Unicesumar: Gastronomia Funcional e Natural ou Gestão estratégica em Negócios Gastronômicos.

Para saber mais, acesse o site www.unicesumar.edu.br/maonamassa/

 

Equipes “Mão na Massa”

Equipe Flor de Sal

Claudia Emilia Santos, 37, PR

Regina Batista de Oliveira, 45, MG

Murilo De Peder Zandoná, 25, PR

Waleska de Figueiredo Maciel Silveira, 41, MG

 

Equipe Pimenta

Alcyr Alves Viana Neto, 51, DF

Lesly Fernandes dos Reis, 43, RJ

Suelen Pereira de Mendonça, 33, GO

Jaqueline de Souza Luis Silva, 23, SP

 

Equipe Açaí

Edivam Gomes Dantas, 40, PA

Wiviane Machado, 41, GO

Izailda Maria Calvis Reis, 56, MS

Fabiana Dias Listo Santos, 40, ES

 

Equipe Alecrim

Suzana Flor Reinaldo de Andrades, 41, RS

Viviane P. Costa, 54, SP

Claudia Ferreira Borges de Salles Passarelli, 55, MG

Mateus Corete da Silva, PR, 24

 

Equipe Capim-Santo

Kathia Nani Chiuchetta, 50, PR

Hannison Felipe, 28, BA

Maria Luiza Hacke, 19, SC

Fellipe Mathews, 26, BA

 

Equipe Manjericão

Sandra Bispo de Melo, 41, GO

Roberto Bellini Costa dos Santos, 43, RR

Eliana Gomes Santana, 43, BA

Alex Sandro Cobo, 36, SP