A Secretaria de Saúde recebeu, nesta sexta-feira (17.08), o mamógrafo móvel do governo do estado. Um caminhão, equipado com o que há de mais de mais moderno na detecção do câncer de mama, iniciou atendimento nesta sexta e também vai funcionar neste sábado (18.08) para exames, agendamento que já foi feito por telefone. São 150 exames, entre mamografia e ultrassom que serão realizados. O caminhão está no Centro Administrativo da prefeitura, na Avenida Barão do Rio Branco.

“É um belo serviço que o estado oferece e que conseguimos trazer para Petrópolis, beneficiando mais de 100 pessoas. Isto reforça a referência do município no atendimento à Saúde da Mulher e queremos ampliar ainda mais os trabalhos neste sentido”, diz o prefeito Bernardo Rossi, que acompanhou o primeiro dia de mutirão ao lado do vice-prefeito Baninho e o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

Ao todo, estão sendo disponibilizadas 120 mamografias, sendo 60 em cada dia. São oferecidos, também, 20 ultrassonografias de mama e transvaginais. De janeiro a junho deste ano, o município promoveu 6.036 mamografias. Só no Hospital Alcides Carneiro (HAC), foram realizados 2.849 procedimentos. A tendência é que o número deste ano ultrapasse o de 2017, quando foram feitos 8.988 exames em toda rede da Saúde.

“Esta foi mais uma grande conquista para a população, que veio para nos auxiliar na ampliação do serviço no município, reforçando a nossa referência na assistência à saúde da mulher.Em março, o município garantiu mais de R$ 1 milhão em repasses do Ministério da Saúde para a compra de um mamógrafo digital para o Hospital Alcides Carneiro. A aparelho está em processo de compra”, pontua o secretário de Saúde. Com o novo aparelho, o sistema passará a contar com cinco mamógrafos– três próprios e dois conveniados – em funcionamento na rede pública municipal.

A médica responsável pelos exames de ultrassonografia, Christine Corrêa, destaca que ficou surpresa com a organização que encontrou em Petrópolis. Segundo ela, a forma como o paciente teve o contato antes do exame com a equipe da Secretaria de Saúde foi fundamental para o bom andamento do mutirão.

“Percebemos que houve uma organização muito grande. Quase todos os pacientes vieram com o histórico médico documentado, o que melhora muito o nosso trabalho aqui na unidade móvel. Petrópolis nos surpreendeu positivamente”, destaca a ginecologista

A doméstica Maria das Graças da Rocha, de 60 anos, foi agendada para a tarde desta sexta-feira. Ela conta que o atendimento na unidade móvel foi bem rápido.

“Tenho muita preocupação em não deixar doenças evoluírem. Por isso, faço meus exames e acho importante que todas as pessoas façam igual. Este serviço está ajudando muita gente, com a equipe atendendo com muito carinho e agilidade”, comentou.