Mais um hotel histórico fecha as portas no Rio

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Após 69 anos de funcionamento, os quartos e suítes com vista para o Aterro do Flamengo irão fechar as portas definitivamente até o fim do mês. Segundo a administração do Hotel Novo Mundo, localizado na Rua Silveira Martins, no Flamengo, as dívidas estão motivando a decisão.

Inaugurado em 1950 para a Copa do Mundo, o hotel já hospedou os presidentes Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek e Lula. Foi neste hotel que a delegação do Santos se hospedou para o jogo contra o Vasco da Gama, em novembro de 1969, quando Pelé marcou o milésimo gol na carreira. O prédio também abrigou estrelas como o cantor Cauby Peixoto, a apresentadora Angélica, Clodovil, os Menudos, Agnaldo Timóteo, Sérgio Reis, Angela Ro Ro, e a atriz francesa Henriette Morineau.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Hoteleira (ABIH), o Novo Mundo se junta a uma lista de 13 estabelecimentos que deixaram de funcionar desde as Olimpíadas de 2014. A capital fluminense perdeu 1.872 unidades habitacionais nesse período.

Ao longo dos anos, a cidade do Rio perdeu outros hotéis importantes. Como o Hotel Glória. Ele foi comprado em 2008 pelo então milionário Eike Batista, que prometeu transformá-lo em um seis estrelas e uma referência luxuosa na rede hoteleira do país. As obras tiveram início em 2011. Dois anos depois, foram paralisadas por conta da derrocada financeira de Eike.

A construção ainda se destaca na paisagem do Aterro do Flamengo. Mas sem o luxo e a ostentação que um dia marcaram o hotel, que contava ainda com um teatro. Na fachada, tapumes revelam o abandono em que se encontra.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.