Mais um cavalo morre na rua em Petrópolis, após ter sido abandonado com ferimentos graves. Desta vez o animal foi encontrado ainda com vida na Estrada Arnaldo Dyckerhoff, no bairro da Posse, mas seu estado de saúde não lhe oferecia condições de vida. Ele estaria com uma das patas quebrada e foi sacrificado com uma injeção letal por um veterinário que foi acionado por moradores do local.

Este é o terceiro animal nestas condições identificado este mês nas ruas da cidade. No dia 11 de outubro um cavalo foi encontrado em estado grave, no Alto Independência. Ele já não conseguia se mexer e morreu logo após a chegada da Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea). Uma égua, possivelmente grávida, também foi encontrada morta no Morro do Neylor, na tarde do dia 15 de outubro. Moradores relataram que quando foram verificar, o animal infelizmente já estava em óbito.

Questionamos à Cobea sobre as ações que estão sendo realizadas para identificar os tutores dos animais que estão sendo abandonados pela cidade e o que está sendo feito para evitar a soltura de animais pelas ruas da cidade. O órgão respondeu sobre a ação tomada em relação ao cavalo encontrado, e que tem adotado como medida preventiva a realização de palestras em escolas e em comunidades para conscientizar a população sobre o abandono de animais.

O veterinário da Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea) fez o atendimento ao cavalo no início da tarde de quarta-feira (24.10), assim que o órgão recebeu a denúncia. No local, o profissional verificou que o animal estava com uma fratura completa dos ossos da pata esquerda, sendo necessário a eutanásia do cavalo. A Cobea está apurando quem é o responsável pelo animal para tomar as medidas cabíveis“, diz a nota.

Em parceria com o setor de educação ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, a Cobea realiza palestras de conscientizações nas escolas da rede municipal e nas comunidades“, complementa a Coordenadoria.