Mais de 3 mil pessoas com Paralisia Cerebral, Síndrome de Down e Autismo serão imunizados contra a Covid-19 no estado do Rio

A ação acontece no Estádio de Atletismo Célio de Barros, no Maracanã, Zona Norte da capital, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, com cinco tendas montadas, sendo três em formato drive-thru.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

No segundo dia de funcionamento do posto especial de vacinação contra Covid-19 da Secretaria de Estado de Saúde (SES), 252 pessoas maiores de 18 anos com autismo, síndrome de Down e paralisia cerebral foram atendidas na última quinta-feira (29). Até as 18h deste dia 29, 3.262 pessoas haviam se cadastrados no sistema para vacinação. Dessas, 2.881 já foram agendadas e receberam um SMS com data e hora em que devem comparecer ao posto para receber o imunizante.

A ação acontece no Estádio de Atletismo Célio de Barros, no Maracanã, Zona Norte da capital, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, com cinco tendas montadas, sendo três em formato drive-thru. O objetivo é imunizar esses pacientes vulneráveis, muitas vezes com dificuldade de usar máscara ou seguir protocolos de etiqueta respiratória.

O atendimento precisa ser agendado pelo aplicativo “Vacinação Covid RJ”, disponível nos próximos dias nas lojas da Apple e do Google, ou pelo formulário on-line que pode ser acessado no site VacinaçãoCovid-19. Após preencher um cadastro com os dados da pessoa a ser vacinada, o responsável receberá uma mensagem SMS com o dia e hora da vacinação. Essa mensagem não é enviada automaticamente. A SES pede que o responsável aguarde o agendamento para então ir ao posto e ser atendido com todo o cuidado necessário, sem enfrentar filas. No dia marcado, basta apresentar documento de identidade da pessoa que será vacinada.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.