Mais de 2 mil cartilhas que orientam sobre os problemas causados pelas queimadas e soltura de balões foram entregues na etapa de Araras da Blitz Verde, realizada nesta sexta-feira (16.08). A iniciativa da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, em parceria com a Polícia Militar e a Rebio-Araras, busca conscientizar pedestres e motoristas para reduzir o número de incêndios florestais na cidade. O trabalho, que foi realizado também no ano passado, faz parte do Plano Inverno municipal, que busca enfrentar as ameaças da estação com ações de prevenção.

Nos últimos dois anos, o número de queimadas na cidade reduziu 28,4%, segundo dados do Corpo de Bombeiros. De janeiro até agora foram registrados mais de 260 casos de incêndios florestais em Petrópolis. Existe uma preocupação dos órgãos envolvidos nesta questão já que o período de estiagem segue até setembro. “Desde o início da nossa gestão, estamos envolvendo a população em ações de prevenção buscando reduzir o número de casos de queimadas”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

Fazer queimadas, mesmo em áreas rurais, é crime previsto em lei e pode levar a detenção de seis meses a um ano, além da aplicação de multa. Outro ponto importante é a orientação sobre os problemas causados pela soltura de balões, que causam danos ao meio ambiente e à saúde. A presença da PM, neste aspecto, se torna fundamental. “São práticas criminosas que causam prejuízos para a nossa saúde e também para o meio ambiente”, diz o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato.

Segundo a chefe da Rebio-Araras, Isabela Bernardes, as ações de prevenção em parceria com a Defesa Civil podem reduzir o número de ocorrências. “O trabalho em conjunto pode trazer resultados muito positivos para a nossa cidade. Desde o ano passado trabalhamos dessa forma, com prevenção, envolvendo os moradores das áreas mais distantes”, explicou.

Os moradores de Araras aprovaram a campanha de prevenção aos incêndios florestais. “Infelizmente as queimadas são muito comuns por aqui. Meus filhos sofrem com a fumaça. Precisamos reforçar os prejuízos causados pelas queimadas”, contou Wallace Maciel, que é Bombeiro Civil.

“As crianças e os idosos são quem mais sofrem com as queimadas, além da natureza. Acho a ação importante não apenas para Araras, mas para toda a cidade”, completa Miguel Barroso, empresário, contando ainda que já denunciou casos de soltura de balões na região.

A Blitz Verde ainda será realizada em mais três locais com grandes índices de incêndios florestais. A meta é entregar até o final da ação cerca de 10 mil cartilhas. Os casos de queimadas podem ser denunciados para a PM ou para a Secretaria de Meio Ambiente através do 2233-8180. “Também seguimos à disposição com o nosso drone e com a brigada de apoio no combate as ocorrências deste tipo”, completa o coronel Paulo Renato.