Mais de 100 kg de alimentos impróprios para consumo são descartados de mercado na Mosela

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Flagrante feito por fiscais do Procon nesta terça-feira (28.05) encontrou 105,38Kg de alimentos impróprios para consumo no mercado Ta no Gosto que fica na Mosela. A fiscalização desencadeada pelo órgão tomou como base denúncias de clientes sobre a venda de alimentos com a data de validade vencida. No estabelecimento as equipes também encontraram produtos deteriorados e sem identificação, com embalagens violadas e, na grande maioria, fora de refrigeração.

Os fiscais encontraram 23,404Kg de alimentos vencidos, alguns desde o início de dezembro de 2018. Entre os produtos encontrados estão embalagens de filé de peixe congelado, pacotes de strogonoff, farinha de milho, canjiquinha, queijo minas, ricota, entre outros. Havia, ainda, cinco caixas deterioradas e sem identificação totalizando 2kg de morango. A equipe também encontrou 862g de pão de queijo e filé de merluza violados.  Mas, o maior problema foram os produtos fora da refrigeração.

“Nossa equipe encontrou 81,114Kg de produtos que deveriam estar resfriados fora do ambiente adequado. Entre eles estavam kits de feijoada com carnes misturadas, costelas salgadas, bacalhau, entre outros. É inaceitável que a gente encontre esse tipo de cenário nos mercados da nossa cidade. Vamos continuar cobrando dos estabelecimentos que se regularizem, garantindo que o consumidor petropolitano não seja lesado”, explica o coordenador do Procon, Bernardo Sabrá.

O estabelecimento foi autuado e o alimentos foram descartados na presença de funcionários do mercado, conforme preconiza a legislação. Segundo o Código de Defesa do Consumidor (CDC), o qual baseia às ações do Procon, produtos com prazos de validade vencidos, deteriorados, alterados, adulterados, avariados, falsificados, corrompidos, fraudados, nocivos à vida ou à saúde, perigosos ou, ainda, aqueles em desacordo com as normas regulamentares de fabricação, distribuição ou apresentação, devem ser descartados.

Denúncias sobre irregularidades podem ser feita na unidade do Procon que funciona na Rua Dr. Moreira da Fonseca 33, no Centro, ao lado da Câmara dos Vereadores. Os telefones para contato são o 2246-8469 / 8470/ 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Há, ainda, a unidade de Itaipava, que fica na Estrada União e Indústria 11.860, no Centro de Cidadania. Os usuários também têm como opção o WhatsApp Denúncia pelo 92257-5837 e o site www.petropolis.rj.gov.br/procon e o serviço de mensagens da página Procon Petrópolis no Facebook.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.