Os bairros atingidos pelas chuvas nos últimos dias estão recebendo limpeza a manutenção da prefeitura simultaneamente.  As equipes seguem no Caxambu e na Posse.  No Caxambu, mais de 80 homens realizam o serviço nas regiões Mata Banco, Três Pedras, Bairro Alto e Caminho da Represa, com o apoio de dez caminhões, quatro retroescavadeiras e uma mini retroescavadeira. Na manhã desta quarta-feira (14.03), o prefeito Bernardo Rossi seguiu acompanhando a recomposição das ruas e acessos no bairro. Até o momento, foram removidas mais de 1,3 mil toneladas de lama nas áreas atingidas.

“O trabalho em Corrêas, Cascatinha e no Bela Vista terminaram rápido e agora a gente segue com equipes aqui no Caxambu e na Posse. O nosso objetivo é trazer a normalidade para estes locais o quanto antes”, afirmou o prefeito Bernardo Rossi, que segue acompanhando diariamente o trabalho das equipes da prefeitura em todas as regiões atingidas. “Todos os esforços do governo são no sentido de trazer a normalidade aos moradores que sofreram danos com as chuvas”, garante.

Joaquim Sérgio Lage, vice-presidente da Associação de Produtores Rurais do Caxambu, elogiou o trabalho de resposta da prefeitura que garantiu que os caminhões trafegassem nas Três Pedras ainda na semana passada, contribuindo para o escoamento de parte da produção rural da região. “Todos os dias a gente acompanha os esforços das equipes da prefeitura no Caxambu. As melhorias são evidentes e acreditamos que o bairro vai se recuperar o quanto antes”, disse.

Nesta quarta, o trabalho de limpeza continuou também na Posse com 30 homens, entre funcionários da COMDEP e das secretarias de Obras e de Serviços e Ordem Pública (SSOP), cinco retroescavadeiras e oito caminhões. O serviço foi concentrado na região de Nilton Vieira e, nos próximos dias, vai continuar por Ingá, Sabará, Boa Vista e Xingu.

Prefeitura preenche o PDR e o FIDE

A prefeitura preencheu na noite de terça-feira (13.03) o Plano Detalhado de Resposta (PDR) na plataforma digital S21D do Ministério da Integração Nacional, formalizando o pedido de ajuda necessário para a recomposição das áreas afetadas pelas chuvas dos últimos dias. A partir de agora os projetos recebem avaliação do ministério em até sete dias. O levantamento de dados foi realizado em conjunto com técnicos da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (SEDEC).

Também foi entregue o Formulário de Informações do Desastre (FIDE), com informações sobre as áreas afetadas – Caxambu, Bela Vista, Posse e Independência – com os danos ambientais, materiais e humanos.