Foto: Reprodução/Instagram Prefeito Bernard Tavares

Maior calamidade da história de Carapebus-RJ gera estragos por dois dias na cidade

Além de Carapebus, municípios como Macaé, Conceição de Macabu e Quissamã também foram atingidos pelas fortes chuvas.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Por Gabriel Barbosa

As cidades de Macaé, Carapebus, Conceição de Macabu e Quissamã, sofrem com fortes chuvas desde a última quarta-feira (30). Os municípios mais afetados foram Macaé e Carapebus, esta última inclusive que registrou a maior calamidade em detrimento das chuvas da história da cidade. 

Até o momento, dois óbitos foram registrados devido às fortes tempestades que atingiram a região Norte-Fluminense. Um deles foi devido um raio que atingiu um idoso de 82 anos em Carapebus. Já o outro, foi devido um deslizamento de terra na cidade de Conceição de Macabu, onde outra pessoa morreu.

Chuvas deixam carros submersos em Carapebus-RJ. Créditos: Jornal Terceira Via

O prefeito de Carapebus Bernard Tavares, afirmou em pronunciamento dado através das redes sociais que os habitantes do município devem permanecer em suas casas por causa da alta incidência de raios. Além disso, o chefe do executivo municipal ainda afirmou que decretou estado de calamidade para a região: “Estamos diante da maior calamidade natural da cidade de Carapebus. A cidade ficou completamente debaixo d’água. Estamos tomando todas medidas cabíveis. Estou nas ruas desde às 03h horas da manhã e participei pessoalmente do resgate de crianças e idosos. Decretei estado de calamidade pública. Estamos com pouco acesso a comunicação por celular e internet”, declarou.

Defesa Civil de Carapebus utiliza barco para resgatar desalojados. Vídeo: Jornal Terceira Via

“Enviei mensagem ao governador @claudiocastrorj pedindo ajuda. Colocamos todos os nossos equipamentos nas ruas para fazer a remoção de lixo e entulhos. Estamos recebendo apoio do município vizinho de Quissamã, agradeço a prefeita @fatimaquissama e o vice-prefeito Marcelo, que estão disponibilizando seus equipamentos para nós auxiliares. Estabelecemos a escola Luiz Carlos Fragoso como ponto de apoio aos desabrigados e mandamos mantimentos e servidores para atender a população que necessita. Enfim, estamos fazendo tudo e todo o possível para enfrentar e superar esse momento tão difícil! Confiamos em Jeová Deus e seguiremos trabalhando”, informou o gestor.

Na cidade de Macaé, que apesar de ser um município a nível do mar, existem diversas regiões de serra e que foram atingidas pelos fortes temporais no local. Em nota oficial, a Secretaria de Obras do município, alegou que atua para desobstruir os lugares afetados: “Equipes da Secretaria Adjunta de Interior atuam em diferentes pontos da região serrana. O foco das ações está na desobstrução de vias e na garantia da segurança dos moradores dos distritos e localidades. Neste momento, ainda há interdições no acesso de Boa Alegria para Bicuda Pequena e em Córrego do Ouro, onde a ponte que fica próxima ao colégio Cemeaes está com o trânsito permitido apenas para pedestres”, diz a nota.

Trabalho de desobstrução da Defesa Civil de Macaé. Foto: Divulgação

“Nossas equipes estão empenhadas trabalhando em diferentes locais da serra como Córrego do Ouro, Glicério, Serra da Cruz, Crubixais e Frade, a fim de minimizar os impactos das fortes chuvas que ainda permanecem sobre a região”, apontou o secretário adjunto de Interior, Rodrigo Franco Curvelo, acrescentando que todo o trabalho é feito de maneira integrada com a Defesa Civil.

No município de Quissamã, a prefeitura divulgou uma nota, informando que a cidade está em extremo estágio de atenção: “As equipes da Prefeitura de Quissamã estão de prontidão para atender as ocorrências provocadas pelas fortes chuvas no município. Até o final da manhã desta quinta-feira (1), a Coordenadoria de Defesa Civil não registrou atendimentos graves ou pessoas desabrigadas e desalojadas. A única interdição é na RJ-196, na altura de Conde de Araruama, onde o Rio do Meio transbordou e invadiu o asfalto. Como é uma área rural, nenhuma casa foi atingida. A Guarda Civil Municipal também segue com apoio ao local”, afirma a nota.

Aumento das chuvas em todo o Brasil

Várias localidades do Brasil vêm apresentando aumento significativo e exponencial nos acúmulos pluviométricos. Entre os locais mais afetados, encontra-se principalmente parte do estado do Paraná, onde um deslizamento de terra atingiu uma rodovia deixando mortos e desaparecidos.

Deslizamento no Paraná. Foto: Jornal Rondônia

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.