Luciano Camargo une a sua voz com a de Gabi Sampaio em nome do “Espírito Santo”

Louvor será lançado nesta terça-feira, dia 10.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Em nome do seu projeto pessoal gospel, Luciano Camargo lança “Espírito Santo”, louvor que traz a participação especial da cantora Gabi Sampaio. A canção chega em todas as plataformas digitais na próxima terça-feira, 10 de agosto, pela OneMusic. A música é a sequência de trabalhos especiais solo como “Obra de Amor”, “Deserto Não Será Seu Fim” e “Tempo”. 

Com autoria do conceituado Yago Vidal e escrita no gênero conhecido como adoração, “Espírito Santo” é a música que traz a realização de um sonho de Luciano, que é o feat (participação) da Gabi Sampaio, uma das vozes mais respeitadas do meio gospel. Como o próprio título sugere, a letra retrata o poder da fé na vida das pessoas. Ela também representa a segunda canção que o cantor vai trabalhar em todas as plataformas digitais e rádios do Brasil. “Sempre tive vontade de fazer um feat com a Gabi Sampaio. Sempre que vou para algum show eu escuto louvores, e eu ouvia os louvores da Gabi com tanto clamor. E pensava no dia em que pudéssemos cantar juntos… Era um sonho mesmo. Teve uma noite em que eu tive a coragem de enviar uma mensagem para ela e começamos a conversar pelo instagram e marcamos o dueto”, afirma Luciano Camargo. 

A canção destaca cada vez mais a voz cristalina e abençoada do cantor. E estará disponível em todas as plataformas digitais na próxima terça-feira (10), mas já pode ser acessada no pré-save pelo link https://onerpm.link/espiritosanto.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Érico Moreira lança single para embalar o verão brasileiro

A música tem clima de verão, perfeita para embalar o calor que, em breve, volta com tudo nas terras tupiniquins. Com uma batida meio africana misturada com células rítmicas de maracatu, Quando a Maré Encher faz referência às lembranças da adolescência do artista em Paraty.

Comentários estão fechados.