No primeiro semestre de 2018, o Procon Petrópolis realizou 8 fiscalizações em lojas de departamentos na cidade. As ações aconteceram nas lojas Casa e Vídeo, Ricardo Eletro, Ponto Frio, as duas Casas Bahia, Tele Rio e Leader, todas localizadas no Centro Histórico. Das 7 lojas, apenas a Tele Rio e a Leader não sofreram nenhuma notificação.

Na ocasião, o órgão de defesa do consumidor, vistoriou a acessibilidade para deficiente e atendimento prioritário, oferecidos nos estabelecimentos. A Casa e Vídeo foi autuada por não possuir acessibilidade para os deficientes se locomoverem para o segundo andar e o layout da loja prejudicava o cadeirante, sem que ele pudesse transitar pelo local. A loja atendeu a notificação do Procondentro do prazo e o caso foi resolvido e arquivado.

A loja Ricardo Eletro, não atendeu à notificação de disponibilizar uma rampa de acesso, acessibilidade para o segundo andar, além de piso portátil para deficiente visual. A empresa foi multada pelo Procon em R$ 46 mil e tem até a próxima segunda-feira (06.09) para apresentar um recurso.

“Desde janeiro o Procon Petrópolis realiza várias ações com o objetivo de qualificar o atendimento e que os direitos do consumidor sejam respeitados. Hoje possuímos vários canais exclusivos e diretos com várias empresas, o que otimiza e aumenta a nossa resolutividade chegando ao nosso objetivo”, mostra o coordenador do Procon Bernardo Sabrá.

O Ponto Frio também foi autuado por falta de acessibilidade para o segundo andar e solicitou o prazo de até o dia 13/01/2019 para fazer as adequações cabíveis.

As Lojas Americanas que estão em 13º no ranking de reclamações do Procon, tem até o dia 28 de novembro de 2018 para se adequar à notificação dada pelo órgão. O empreendimento precisa mudar o layout interno do local para a passagem de cadeirantes, além de disponibilizar acesso para deficientes físicos para o segundo andar.

Já as duas lojas da Casas Bahia, que estão em 6º no ranking do órgão, foram autuadas por não terem rampa de acesso para entrada do estabelecimento, não possuía acessibilidade para o segundo pavimento, além do banheiro disponível para os clientes, não ter adequação correta para deficientes físicos. A rede solicitou um prazo até dia 13/01/2019 para se adequar a todas as mudanças previstas.

Qualquer dúvida, a equipe do órgão está disponível para explicações. O atendimento presencial pode ser realizado na unidade do Centro, que fica na Rua Moreira da Fonseca, nº 33. A unidade de Itaipava localizada no Centro de Cidadania, que fica na Estrada União e Indústria, 11.860. Já para quem quiser denunciar alguma prática abusiva pode contatar o Procon pela página do órgão no Facebook, o Procon Petrópolis; pelo site www.petropolis.rj.gov.br/procon. Há, ainda, o WhatsApp Denúncia, no número 98857-5837 ou os telefones 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477.Os telefones da unidade são: 2222-1418, 2222-7448 e 2222-7337.