LIRAa aponta baixo índice de infestação do Aedes aegypt na cidade

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Equipe da Vigilância Ambiental mantém reforço de ações de combate e prevenção ao mosquito

O resultado do primeiro Levantamento de Índice Rápido de Aedes aegypt (LIRAa) foi concluído e aponta que a cidade de Petrópolis, nas áreas dos cinco distritos que foram avaliadas nesse relatório, se mantém em baixo risco. O levantado aponta um índice de infestação predial foi de 0,67% nos 4.932 imóveis avaliados. Os agentes da Coordenadoria da Vigilância Ambiental realizam ação reforçada nas comunidades nessa época do ano. A iniciativa visa o controle das doenças causadas pelo Aedes aegypti.

Nesta terça-feira (12.02), os agentes estiveram no bairro Vila Rica, onde realizaram panfletagem e abordagens em residências para a identificação e combate de vetores da dengue, zika e chikungunya. Na localidade, foram notificados dois casos de pessoas com sintomas de doenças transmitidas pelo mosquito. “Esta é uma época do ano muito crítica, mas estamos com nossas equipes nas ruas, pelas comunidades fazendo todo o trabalho de prevenção e controle”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

Até o momento foram notificadas na cidade 44 pessoas com suspeita de terem contraído alguma das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Foram confirmados até o momento 5 casos, sendo 4 de chikungunya e 1 de dengue. O restante ainda está sob análise. A Coordenadoria de Vigilância Ambiental reforça a atuação para a prevenção e eliminação de focos do mosquito na cidade e regiões do entorno.

Pela proximidade e grande influência territorial, além das notificações de pessoas com sintomas das doenças na cidade, foram registrados 11 casos do município de Magé. Desses, 3 pacientes foram confirmados com chikungunya. 

Na comunidade do Vila Rica, onde os agentes atuaram esta terça-feira (12.02), houve uma confirmação do diagnóstico de chikungunya, até o momento. “No momento que um caso é confirmado na região, nossa equipe intensifica a atuação eliminar os focos da doença e conscientizar a população”, destaca a secretária de Saúde, Fabíola Heck.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.