O governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), confirmou nesta segunda-feira (26) três novos titulares que irão compor a estrutura do futuro Governo do Estado. O empresário Leonardo Rodrigues será o secretário de Estado de Ciência e Tecnologia; na Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), o presidente será o doutor em Biofísica e professor Jerson Lima da Silva; e o economista e economista e professor Luís Mauro Santos Silva estará à frente da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec).

O nome do futuro secretário de Estado de Ciência e Tecnologia foi anunciado durante reunião com representantes das universidades públicas do Rio de Janeiro, entre eles os reitores da UERJ, Ruy Garcia Marques, da UENF, Luis Passoni, e da UniRio, Luiz Pedro San Gil Jutuca (Unirio), o vice-reitor da UFF, Fábio Barboza Passos, a pró-reitora de extensão da UFRJ, Maria Malta, e a pró-reitora de pesquisa da UEZO, Maria Cristina Assis.

Também foram anunciados os nomes dos futuros presidentes da Faperj e Faetec. O doutor em Biofísica e membro das academias Brasileira e Mundial de Ciências, Jerson Lima da Silva, comandará a Faperj. A Faetec terá como novo presidente o economista e professor Luís Mauro Santos Silva.

 

NOVOS INTEGRANTES

– Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia

Leonardo Rodrigues: 43 anos, é empresário do ramo aeronáutico com mais de 20 anos no Mercado Aeronáutico e defesa. É gestor de empresas do ramo de manutenção e modernização de aeronaves, credenciado como auditor de qualidade pelo IFI/CTA. Consultor aeronáutico para projetos comerciais e de desenvolvimento de novos produtos. Desenvolvedor de equipamentos e dispositivos de inovação com ênfase em segurança aeronáutica. É casado e pai de dois filhos.

 

– Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj)

Jerson Lima da Silva: é professor titular no Instituto de Bioquímica Médica da UFRJ desde 1997. Tornou-se doutor em Biofísica em 1987 e diretor do Centro Nacional de Ressonância Magnética Nuclear Jiri Jonas em 1998. Silva é membro da Academia Brasileira de Ciências e da Academia Mundial de Ciências (TWAS) – para o Avanço da Ciência em Países em Desenvolvimento e da Academia Nacional de Medicina, principal centro da América Latina aparelhado com equipamentos de ressonância magnética nuclear (RMN) de alto campo. Coordenou o Instituto Milênio de Biologia Estrutural em Biomedicina e Biotecnologia (IMBEBB) apoiado pelo CNPq e coordena o INCT de Biologia Estrutural e Bioimagem desde 2008. Jerson Lima Silva também atuou como Diretor Científico da Faperj entre 2003 e 2018.

 

– Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec)

Luís Mauro Santos Silva: 52 anos, é economista, professor e pós-graduado em Sistema de Telecomunicações pela UFRJ. Foi presidente da Associação Brasileira de Televisão por UHF (ABTU) em 2006 e 2007, ganhador do prêmio Top Business e foi indicado para o Prêmio The Bizz Awards de 2018 na categoria empreendedorismo.