Créditos: REUTERS/Albert Gea

LaLiga buscará a Justiça contra a CONMEBOL devido aos jogos das Eliminatórias

A decisão foi tomada após uma conversa com os 13 clubes que tiveram jogadores convocados.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A LaLiga está estudando levantar medidas legais cautelares para proteger seus clubes e jogadores contra a extensão do calendário de jogos da Conmebol para os países da América do Sul em setembro e outubro, informou a liga espanhola nesta quinta-feira (26).

No início de agosto, a Fifa anunciou que os jogos adiados em março deste ano seriam disputados no período das partidas internacionais.

Ao fazer isso, a entidade incluiu dois dias extras de liberação para os jogadores envolvidos, citando descanso e longos períodos de viagem na região, o que significa que a janela para os jogos das seleções vai até 10 de setembro, que o campeonato espanhol e seus clubes rejeitam.

Barcelona, ​​Real Madrid, Atlético de Madrid e Sevilla têm jogos marcados para 24 horas depois.

Um porta-voz disse que o processo judicial exato ainda está para ser determinado, mas a Corte Arbitral do Esporte (CAS) é um possível caminho.

A mudança ocorre um dia depois que o presidente da Fifa, Gianni Infantino, pediu às ligas espanholas e inglesas que “mostrem solidariedade” e “preservem e protejam a integridade esportiva”, depois que os clubes de ambas disseram que não permitiriam que seus jogadores viajassem à América do Sul.

Descrevendo os dias extras de dispensa de jogadores como “uma jogada em claro prejuízo para a integridade da LaLiga e de sua competição”, o torneio espanhol disse que a decisão foi tomada após uma conversa com os 13 clubes afetados cujos jogadores foram convocados.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.