Giro Serra

Kiyoshi Ami troca nome do prefeito na abertura do Bunka-Sai

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Durante a abertura do Bunka-Sai, na noite desta quinta-feira (8), no Palácio de Cristal, o presidente Associação Nikkei de Petrópolis, Kiyoshi Ami, chamou o prefeito Bernardo Rossi de Rubens Bomtempo. A confusão foi inusitada e divertida, pois o publico presente gargalhou quando o nome do antigo prefeito foi dito.

Eu agradeço muito pessoas e instituições envolvidas neste evento, especialmente…, especialmente…, prefeito Rubens Bomtempo”, disse Kiyoshi Ami.

Logo em seguida, Kiyoshi se voltou para o prefeito e corrigiu, “Bernardo Rossi”, pediu desculpas e os dois se abraçaram. Nitidamente constrangido, Kiyoshi se voltou para o público tentando se justificar. “As vezes a gente tem que errar…”.

Dentre os presentes, além do prefeito Bernardo Rossi e o Kiyoshi Ami, estiveram no evento o Consul Geral do Japão no Rio de Janeiro, Yoshitaka Hoshino, o diretor-presidente da Associação Cultural e Esportiva Nipo-brasileira do Rio de Janeiro, Minôru Matsura, o presidente do Instituto Cultural Brasil Japão, Sohakú Bastos, os vereadores Jamil Sabrá e Hingo Hammes e o Diretor de Tributação Fundiária da Secretaria de Obras, Antonio Neves.

A festa Bunka-Sai, que homenageia a cultura e as tradições milenares dos japoneses vai contar com quatro dias de intensa programação, com muita dança folclórica, música, oficinas, gastronomia e diversas outras atividades até domingo (11).

A relação de Petrópolis com o Japão é um marco na história da imigração nikkei. A cidade foi a primeira do país a receber uma representação diplomática japonesa. Em 1897 foi o primeiro contato oficial do Japão com o Brasil e foi aqui que a delegação se instalou. O encantamento do terceiro ministro na época, Fukashi Sugimura, com a cidade deu origem, 11 anos mais tarde, à imigração japonesa no Brasil.

Esta é a 11ª edição da festa que comemora 111 anos da imigração japonesa no Brasil.

Programação no fim de semana

A programação está repleta de atividades durante todo o fim de semana. Nesta sexta, tem atividade de Defesa Civil para as crianças, inspirado nas técnicas japonesas; contação de histórias japonesas; judô; oficinas de bonecas japonesas de papel, de mangá e de ábaco; Aikido; e Bon-odori. Já  no sábado, o público vai poder contar com um torneio de judô; karatê; oficinas de ikebana (arranjo de flores), mangá, ábaco, pipas e como escrever seu nome em japonês; cerimônia do chá; apresentações do coral Cant’Vox, Orquestra Social Ação Pela Música e Anna Hannickel; e ainda Taiko; técnicas sobre como vestir o kimono; música popular japonesa; Bon-odori; Concurso de fotografia de cerejeiras; e torneio de Pokemon GO.

E no domingo, tem apresentação do Coral dos Canarinhos; KendôKage-ryu (combate com espadas; gincana; JiuJitsu; Ninjutsu; Aikido; Bon-odori; oficinas de origami, mangá e haicai; além de taiko; apresentação de cosplay; e técnica sobre como vestir o kimono.

O evento também conta com quatro exposições: “Dois países, dois povos e um só homem e sua expressão cultural”; “SHI DOORO – lanternas de pedra”; “Pipas Rokako” e “Templos do Japão. Pinturas hiperrealistas do monge budista Hoon”.

Crédito da foto: Giro Serra

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.