Juvenis João Lucas Reis e João Victor Loureiro são sparring do Time Correios Brasil em Barranquilla Tenistas também estão tendo a oportunidade de vivenciar o clima de uma Copa Davis na Colômbia

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Servir de sparring para o número 1 do mundo de duplas Marcelo Melo e para os principais tenistas do país e ter a oportunidade de sentir de dentro o clima de uma Copa Davis. Experiência que os juvenis João Lucas Reis, de 18 anos, e João Victor Loureiro, de 15, estão vivenciando esta semana em Barranquilla, na Colômbia.

Os dois estão desde sábado com o Time Correios Brasil, que enfrenta a Colômbia pela segunda rodada do Zonal Americano I, nesta sexta-feira e no sábado, em busca de uma vaga para disputar o playoff do Grupo Mundial, em setembro. Além deles, o técnico de Loureiro, Ricardo Schlachter, também está integrando a comissão técnica brasileira. A ida dos juvenis para a Copa Davis faz parte do Programa de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Tênis.

Pernambucano de Recife, João Lucas Reis treina no Instituto Tênis, em Barueri-SP, e é o atual número 39 do ranking mundial juvenil da ITF. “Para mim está sendo uma bela experiência, queria agradecer a todos pela oportunidade. Estou treinando com o pessoal, belos treinos, acho que todo mundo está bem firme para esse confronto. Estou aqui para ajudar a equipe e fazer eles se prepararem da melhor forma possível e conseguirem a vitória”, afirmou o tenista, que acredita estar evoluindo a cada dia. “Estou aprendendo bastante com eles, os treinos são bem mais pegados, eu não estava acostumado com esse peso de bola e acho que a cada treino estou aprendendo uma coisa a mais e está sendo muito gratificante para mim”, ressaltou.

Com 15 anos recém completados na semana passada e em seu primeiro ano na categoria 16, o mineiro João Victor Loureiro treina na RS Tennis, em Joinville, e também espera aproveitar bem a oportunidade. “Está sendo uma experiência única, acho que é uma oportunidade muito grande de estar aqui com o Time Correios, que são os melhores profissionais do país e espero tentar aproveitar ao máximo para levar para o meu dia a dia e seguir evoluindo cada vez mais”, projetou o tenista número 1 do ranking de 16 anos da Cosat. “O volume deles é muito grande, o primeiro dia a gente estava ainda conhecendo o lugar, as condições, a quadra, mas agora já estou me acostumando e pegando um ritmo melhor para treinar bem e deixar eles preparados para o confronto”, completou.

Técnico de juvenil também tem oportunidade de integrar Time Correios Brasil
O técnico Ricardo Schlachter também agradeceu o convite para integrar o Time Correios Brasil. “Para eles é uma oportunidade tremenda, é uma semana do ano diferente do que eles estão acostumados, que é o ambiente de juvenis. Aqui eles convivem com os profissionais, com as rotinas, o ambiente e o clima de uma Copa Davis, onde você representa o seu país. Acho que é o sonho de todo jogador, não só de tênis, mas de todos os esportes. E no caso do João Victor vivenciar isso com 15 anos é uma coisa tremenda e para o João Lucas também é uma oportunidade única”, avaliou o treinador, que também ressaltou a importância de sua presença no Time Correios Brasil para seu crescimento como profissional. “Para mim, como técnico, poder trocar experiências e aprender com o capitão João Zwetsch e com o Daniel Melo, que são treinadores referência no Brasil, também é uma grande oportunidade. Só tenho a agradecer à CBT e à comissão técnica por terem nos recebido e de uma forma tão espetacular”, agradeceu.

O gerente de Esportes e Eventos da CBT, Eduardo Frick, também destacou a importância da presença dos juniors e de Schlachter no Time Correios Brasil. “Acho que é fantástico os meninos terem essa oportunidade e a presença de um dos treinadores aqui. O Ricardo Schlachter é um ex-jogador, tem toda uma bagagem como ex-atleta e hoje está participando da Copa Davis como assistente técnico ao lado do capitão João Zwetsch e do técnico Daniel Melo”, ressaltou o chefe da delegação do Time Correios Brasil, em Barranquilla. “É uma oportunidade ímpar para eles, são dois meninos que estão aqui pela primeira vez. Estão tendo a noção do que é o clima de uma Copa Davis, os momentos que antecedem um confronto, o durante, que eles também terão a oportunidade de presenciar. Depois no futuro isso será importantíssimo para a carreira deles em qualquer competição que eles estiverem a nível de equipe. E, quem sabe, algum deles possa estar aqui como jogador futuramente”, projetou Frick. “Vejo como uma grande oportunidade proporcionada pela CBT e viabilizada pelo capitão João Zwetsch e acredito que eles estão aproveitando ao máximo essa oportunidade”, finalizou.

 

A Confederação Brasileira de Tênis tem o patrocínio dos Correios e o co-patrocínio da Wilson, Peugeot e Companion SPORTS. Apoio do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e Ministério do Esporte. Siga tudo sobre a CBT em www.cbtenis.com.brwww.facebook.com/cbtoficialwww.twitter.com/cbteniswww.instagram.com/cbtoficial e www.flickr.com/cbtenis

Fonte: Confederação Brasileira de Tênis

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.