Foto: Fábio Pozzebom/Agência Brasil

Justiça eleitoral rejeita mais de 10 mil candidaturas

Grande parte dos candidatos não atendeu pelo menos um requisito legal para o cargo.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Justiça Eleitoral analisou o pedido de registro de milhares de candidaturas até esta segunda-feira (26). Os candidatos ao posto de vereador, prefeito e vice-prefeito, o órgão indeferiu mais de 10 mil postulantes.

Além desse número, juntos dos falecimentos e as renúncias, o total fica acima dos 16,5 mil. Grande parte dos candidatos não atendeu pelo menos um requisito legal para o cargo.

Os inaptos representam aproximadamente 2,9% do total. O prazo final para o término dos julgamentos terminou nesta segunda.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a principal causa das cassações ou rejeições é a “ausência de requisito de registro”, com 75,9%. Vale lembrar que uma única candidatura pode ser indeferida por mais de um motivo.

Ainda segundo os dados do tribunal, a segunda maior causa para a recusa das candidaturas é a Lei da Ficha Limpa, com 11,2%. A legislação deixa claro que políticos condenados por abuso de poder político e econômico ficam sem poder concorrer aos cargos, ou seja, inelegíveis por oito anos.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.