Eleito Deputado Federal por São Paulo, Alexandre Frota se meteu em uma grande confusão com o filho, Mayã Frota. Assim que soube que o pai se elegeu, o jovem, de 18 anos, recorreu as redes sociais para afirmar que o ex-ator pornô, que atualmente defende a família tradicional, pediu que sua mãe o abortasse no passado.

Alexandre Frota contra-atacou o filho e usou as redes sociais para se defender. No texto que publicou em seu perfil no Facebook, no qual rebate as acusações do garoto, de abandono e não pagamento de pensão, ele deixa claro que fez sexo e consumiu drogas com Samantha Gondim num hotel de Brasília.

Após o ocorrido, ela entrou com um processo contra o ex nas varas cível e criminal. De acordo com a advogada Juliana Pocaro, que cuida do caso, ela e Samantha vão entrar com os dois processos na Justiça. Injúria, difamação e porte de drogas são apenas algumas das infrações nas quais Alexandre Frota pode ser enquadrado.

A Justiça de Brasília deferiu o pedido de protesto feito pelos representantes de Mayã Frota contra o pai, Alexandre Frota. E o nome do político se encontra negativado. A decisão certificada pela diretora da 4ª vara de Família de Brasília, Renata Bittar, se baseia nos trâmites do processo que o rapaz move contra Frota pela dívida de pensão alimentícia. Na segunda-feira, 15 de outubro, será pleiteado ainda o pedido de prisão do ex-ator pornô.

Fonte: TV FOCO