Juiz determina pagamento de subsídios ao vereador Paulo Igor O parlamentar está preso e proibido de entrar na Câmara

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Jorge Luiz Martins, juiz da 4ª Vara Cível de Petrópolis, decidiu ontem (segunda-feira, 13 de agosto) que a Câmara Municipal petropolitana deve pagar 40% dos subsídios referente ao parlamentar à sua esposa.

A determinação foi dada após ação promovida pelos advogados de defesa do vereador. Paulo Igor foi preso dia 12 de Abril, acusado de burlar licitações públicas. O Tribunal de Justiça também o afastou de seu cargo e proibiu que o mesmo entre na Câmara.

Paulo Igor teve seu salário suspenso em junho, por decisão da Mesa Diretora da Câmara. Com essa decisão, o juiz Jorge L. Martins afirma que às necessidades familiares do vereador precisam ser atendidas. A Câmara não foi informada da determinação antes que fosse executada pelo juiz.

Por: Gabriel Malheiros

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.