O estudante Renan Mitraud, de 18 anos, foi morto durante uma tentativa de assalto a um carro da Uber, na madrugada desta sexta-feira. O jovem estava a caminho do alistamento militar, quando, às 5h08, na rua Tinharé, em Parada de Lucas, na Zona Norte, o veículo foi interceptado por criminosos. Inicialmente a PM divulgou que o rapaz fora encontrado no porta-malas de um carro.

Câmeras de segurança registraram o momento em que um dos assaltantes atira contra Renan, que estava no banco traseiro do veículo. O motorista nada sofreu.

Nas imagens é possível ver que um carro cruza a rua na frente do Uber e um homem, armado de fuzil, desce. Um outro, de pistola, e que estava na calçada, corre em direção ao Uber e atira no jovem. A polícia trabalha com a hipótese de latrocínio.

Nas redes sociais, a página do Instituto Marcos Freitas (IMF), onde Renan estudou, lamentou a morte do rapaz. “É com imensa tristeza e profundo pesar que comunicamos o falecimento do nosso ex-aluno, Renan Mitraud. Nos solidarizamos com a família, orando para que Deus conforte os corações enlutados, fortaleça e console toda a família e amigos”, diz a publicação.

A assessoria da Uber confirmou, em nota, que Renan era passageiro e emitiu uma nota lamentando o crime. “Estamos entristecidos com esse crime horroroso e enviamos nossas profundas condolências à família. Estamos em contato permanente com as autoridades locais para apoiar as investigações e ter a certeza de que, quem cometeu esse crime, responda por ele na Justiça”.

O enterro do jovem ocorreu nesta sexta no Cemitério Nossa Senhora de Belém, no Corte Oito, em Duque de Caxias. A Delegacia de Homicídios investiga o caso.