Preocupado com o crescente aumento de abandono de animais em Petrópolis, Região Serrana do Rio, o jornalista Eduardo Ferreira, defensor da causa e autor de um blog com mais de 39 mil seguidores nas redes sociais, decidiu unir forças aos protetores de animais para lançar um abaixo assinado por um Hospital Popular de Medicina Veterinária (HPMV) para o município.

Segundo Eduardo, a iniciativa é o primeiro passo para avançar nessa questão de saúde pública na Cidade Imperial. No último domingo (17), o HPMV da Barra da Tijuca, completou um mês em atividade. Neste período, cerca de 900 animais foram atendidos e já existe expectativa de inaugurar o Centro Cirúrgico e a Internação com monitoramento 24h na segunda quinzena de julho.

— Em Nogueira, bairro onde moro, toda semana são deixados animais de rua. Essa situação se repete em toda a cidade e um dos motivos é que muitas famílias pesam apenas na alegria quando adotam um animal, mas bicho também precisa de cuidados médicos, remédios, tratamentos e até alimentação especial. Quando a conta chega, alguns acham mais fácil abandonar seu pet. Um Hospital Popular de Medicina Veterinária vai oferecer a essas famílias condições de dar os cuidados necessários aos seus animais e também será um grande alívio para os protetores que lutam sozinhos todos os dias para cuidar e alimentar milhares de animais de rua em nosso município — afirma Eduardo Ferreira, lembrando que outra ação importante será a Prefeitura adquirir um Castramóvel próprio. — O prefeito Bernardo Rossi já fechou o primeiro contrato para oferecer castrações gratuitas no próximo mês. Tenho certeza que o seu governo vai abraçar nossa bandeira. Nosso objetivo é democratizar o acesso à medicina veterinária no município e vamos levar nosso abaixo-assinado a todos os bairros além de já estar disponível a versão online — completa.

A iniciativa conta com o apoio de protetores e simpatizantes da causa animal da maior cidade da Região Serrana.

— O que temos de pedidos de socorro para animais de rua e de pessoas carentes que não tem condições de arcar com os gastos de uma clínica comum é algo gigantesco. Quando o animal precisa ficar internado ou fazer uma cirurgia é ainda pior. É imprescindível que a sociedade abrace essa ideia já que a crise não nos permite sonhar com um hospital público no momento. Todos os dias resgato animais, esse Hospital pode mudar para melhor o nosso trabalho e nos permitir salvar muito mais vidas — conta Domingos Galante Neto, membro do grupo Cãopanheiro.

Uma das protetoras mais antigas do município, Thais Kapps acredita que a chegada de um HPMV vai beneficiar toda a Região Serrana.

— A sensação hoje é de que todos nós, protetores, enxugamos gelo. Só continuamos a luta porque mesmo com toda a dificuldade ainda salvamos vidas. Muitos de nós levam meses, e até anos, para pagar contas de animais atropelados, em tratamentos de doenças e principalmente de hospedagens. Esse Hospital Popular será a chance de colocar Petrópolis e toda Região à frente na luta e na defesa dos animais, dando a todos nós, que dedicamos nossas vidas a eles, a oportunidade de cuidar de mais pets. Muitas famílias nos procuram por não ter condições de pagar a conta da veterinária, com preços melhores o abandono também vai diminuir — explica.

No Hospital Popular da Barra, com uma equipe de 25 veterinários, o hospital oferece exames e consultas com especialistas para cães e gatos em diversas áreas e atendimento a animais silvestres como pássaros, répteis e porco da índia, além de exames de imagem como ultrassonografia, raio x digital, eletrocardiograma e ecocardiograma. Há também ofertas de exames laboratoriais completos. A consulta clínica custa R$ 45. Além da Barra, o HPMV está tem unidades em Campo Grande e Padre Miguel.

Abaixo-assinado pela criação de um Hospital Popular de Medicina Veterinária em Petrópolis, RJ. Para assinar acesso o link:

https://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/41727#inicio