Foto: Governo do Estado de São Paulo

João Dória deixa o PSDB após 22 anos

O anúncio foi feito nesta quarta-feira (19).
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O ex-governador do estado de São Paulo João Dória, anunciou sua desfiliação do PSDB, nesta quarta-feira (19), após 22 anos.

“Após 22 anos da filiação ao PSDB e seis anos de uma dedicada e intensa trajetória como prefeito de São Paulo e governador do estado, comunico que formalizei junto ao diretório estadual do PSDB o meu desligamento do partido. Inspirado pelas ideias e virtudes de nomes como Franco Montoro, José Serra, Mário Covas e Fernando Henrique Cardoso, busquei cumprir uma missão política e partidária pautada na excelência da gestão pública, num Estado menor e em favor de uma sociedade mais justa e menos desigual”, disse, em nota.

“A omissão, a letargia e o imobilismo jamais fizeram parte da minha vida. Não cruzei os braços ao encarar problemas que afligem São Paulo e o Brasil. A exemplo de minha conduta como empresário, preferi encarar os desafios da vida pública com determinação, foco e resiliência”, acrescentou.

Sua saída do PSDB coincide com a perda da hegemonia de 28 anos do partido em São Paulo. Os tucanos governam São Paulo desde 1994. O governador Rodrigo Garcia (PSDB), que era vice de Doria e tentou a reeleição, ficou de fora do segundo turno deste ano, que será disputado por Fernando Haddad (PT) e Tarcísio de Freitas (Republicanos).

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.