Jamil Sabrá cria anteprojeto que garante fundo para investimentos no Manejo a Trilhas e Vias de Escalada e Cachoeiras Vereador quer que secretaria de Meio Ambiente tenha autonomia para execução de projetos e ações destinadas à propagação ecorural

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Anteprojeto proposto pelo vereador Jamil Sabrá e aprovado na Câmara dos Vereadores nesta semana, propõe à Prefeitura a criação de um Fundo de Incentivo de Manejo a Trilhas e Vias de Escalada e Cachoeiras (FIMTEC). De natureza contábil, o objetivo é dar autonomia administrativa e financeira para a Secretaria de Meio Ambiente executar, com os recursos, planos, projetos, ações e empreendimentos reconhecidos pela entidade como de interesse público.

O fundo deverá ser composto de 30% do valor da Taxa de Licenciamento Ambiental (TLA) e de 30% do valor de multas aplicadas pela fiscalização ambiental, entre outros recursos. E sua aplicação, na prática, será em programas de proteção e recuperação de trilhas, vias de escalada e cachoeiras – fomentando o turismo ecológico no município; no financiamento de estudos e pesquisas voltadas ao desenvolvimento da prática na cidade; programas de capacitação e aperfeiçoamento de recursos humanos dos serviços de apoio e no investimento em divulgação.

“O anteprojeto enviado ao executivo busca minimizar os impactos ambientais das atividades recreativas e esportivas, estimulando a difusão das boas práticas em ambientes naturais. Com o FIMTEC, a Secretaria de Meio Ambiente conseguirá, com recursos próprios, dar suporte financeiro às ações de manejo, além de representar avanços no desenvolvimento sustentável e também atraindo novos investimentos nesta área”, explica o vereador Jamil Sabrá.

Petrópolis é, hoje, cercada por 70% de Mata Atlântica, conta com cerca de 200Km de trilhas, fauna e flora abundante e é referência na prática de esportes e lazer ao ar livre. O município conta com diferentes circuitos ecorurais como o de Secretário, Araras-Videiras, Caminhos do Brejal, Pedras do Taquaril e Vale do Bonfim. A cidade também é repleta de cachoeiras, como a do Véu da Noiva no Bonfim, Ponte Funda no Vale das Videiras e da Macumba, na Estrada de Teresópolis.

A presidente do Centro Excursionista Petropolitano, Letícia Fliess, avalia de maneira positiva o projeto. “Acreditamos que a criação de um Fundo Municipal de incentivo ao manejo de trilhas, vias de escada e acesso a cachoeiras, trará benefícios à Petrópolis estimulando e apoiando as iniciativas para a manutenção do acesso às montanhas. O montanhismo é uma tradição da cidade e também um atrativo turístico”, destaca.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.