James Bond e o fim de uma jornada

Sem tempo para morrer, a 25a aventura de James Bond na telona, promete, além de fechar um ciclo, deixar saudades de seu protagonista.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Quando Ian Lancaster Fleming criou James Bond em 1952, segundo contam as lendas, o jornalista, escritor e oficial da Inteligência Naval Britânica, baseou sua criatura numa mistura de suas aventuras, com personalidades reais que cruzaram seu caminho durante os anos de serviço à Sua Majestade.

Quis o destino, que a primeira obra do Comandante Bond, fosse Casino Royale, e, que 54 anos depois, em 2006, esta também fosse a primeira aventura de James Bond, interpretado por Daniel Craig, que, 15 anos depois, se prepara para a despedida do papel do espião com licença para matar.

Sem tempo para morrer, a 25a aventura de James Bond na telona, promete, além de fechar um ciclo, deixar saudades de seu protagonista.

Bond; James Bond

Craig cativou fãs ao redor do mundo, por sua versão bruta, rude e cínica, que combinou com a repaginada necessária, para distanciá-lo de seu antecessor, Pierce Brosnan, que trazia consigo o charme clássico inglês, a classe e estilo contemporâneos, na transição dos anos 90 para o novo milênio.

Assim como seus intérpretes, Bond, é dono de um magnetismo pessoal, tanto para o bem, quanto para o mal. E eis que este mesmo mal, precisa se equiparar ao herói em cada novo episódio de suas aventuras. Vide, por exemplo, a sinopse do novo filme, que parece simples, à primeira vista : “Em 007 – Sem Tempo Para Morrer, Bond deixou o serviço ativo e está desfrutando de uma vida tranquila na Jamaica. Sua paz não dura muito quando seu velho amigo Felix Leiter, da CIA, aparece pedindo ajuda. A missão de resgatar um cientista sequestrado acaba sendo muito mais traiçoeira do que o esperado, levando Bond à trilha de um vilão misterioso armado com nova tecnologia perigosa.” .

Todavia, quando se trata de ameaças à humanidade, nada é simples com 007.

O novo vilão, Safin, interpretado pelo vencedor do Oscar, Rami Malek (Bohemian Rhapsody) ,  representa toda a maldade e devaneio por grandezas, ao querer transpor o intransponível, a morte.

Sem tempo para morrer, ecoa como um passeio pela recente galeria de vilões de nosso herói, já que em entrevista ao podcast oficial de James Bond, Malek mencionou que Safin traz um pouco de todos os seus antecessores, talvez de forma mais particular até.

Bond Girls e aliados

Ao seu lado, Bond conta, como sempre, com reforços de primeira. As Bond Girls, deixaram  de ser apenas um colírio para os olhos, respeitando e valorizando o talento de suas intérpretes. Nomes como: Ana de Armas, Léa Seydoux, Naomie Harris e Lashana Lynch não nos deixam mentir de suas importâncias na trama, ficando a ressalva de que, esta última, pode assumir o manto do personagem na franquia, como têm sido apontado por inúmeros especialistas.

Além das companhias femininas, Bond conta com o apoio do engenheiro chefe e criador de seus aparatos, Q, o burocrata Tanner e do novo M, seu superior imediato, e seu amigo, agente da CIA, Felix Leiter.

Adeus em grande estilo

James Bond, mais que um personagem da cultura pop, transformou-se num ícone, inspirando não apenas outros personagens, mas também, seus produtores, Barbara Broccoli e Michael G. Wilson, à lançarem o podcast oficial do agente secreto, convidando o público a mergulhar ainda mais na mitologia criada por Ian Fleming. Importante, frisar, que o programa está disponível no idioma original, o inglês.

Como num último passeio, Sem tempo para morrer, nos levará para um passeio global, em locações como: Jamaica, Inglaterra, Noruega, Cuba e Itália.

Ironicamente, a Jamaica, descrita como santuário espiritual do personagem, a mesma que viu Ursula Andress surgir de suas águas cristalinas numa cena eternizada  no cinema, também ressurge, como que uma última vez, para se despedir, junto de seu mais ilustre visitante.

O adeus ao 007 de Daniel Craig acontece a partir de 30 de Setembro, quando o filme chega aos cinemas do país.

Ao menos, por uma vez, a sentença: Bond, James Bond, virá acompanhada de sum saudosismo difícil de descrever com palavras.

Siga nossas redes sociais, inscreva-se em nossos canais:

Instagram @popfunoficial – Facebook e Youtube: Pop Fun Oficial

O Pop Fun TV é exibido em âmbito nacional, e poder ser assistido através dos seguintes canais:  TVA NET, CDN TV, SAT TV, Telecab, Max Cloud TV, Completa VC,Connect BR, Easy TV, Visnet Telecom, Enterplay, Você Telecom, além do app Baita Conteúdo Play (Smartv´s e app´s para Android e IOS).

Vídeos novos todas as terças, quintas e sábados em nosso Youtube.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.